(Análise) Rewards: Veja se vale a pena com uma análise real de investimento/retorno mensal e anual

Mas é, olha só:

Isso é uma simulação na trigg. Os mesmos R$420 ao fim do ano, mas perde menos pra anuidade (9,90 por mês, R$118,8 por ano). Ainda sobra R$301, contra R$182 do Rewards. No fim, pro rewards bater de frente com a trigg (por exemplo), era só mudar pra sem anuidade. Agora pagar pra ter um lucro baixo desses é foda.

Sinceramente, eu amo os produtos da nubank. Cartão simples, taxa boa, a nuconta então é meu go-to desde que lançou, e vai continuar sendo por um bom tempo. Mas em programa de pontos de cartão, tá bem difícil. Espero MUITO que melhore porque potencial e uma marca boa por trás, já tem!

10 Likes

Para mim, por enquanto, não está valendo à pena também

1 Like

@Rafael_Gonzalez aguardando um programa mais competitivo e com mais retorno. Por hora, só guardo os pontos mesmo.

2 Likes

Não compreendi muito bem, seria ter gastos futuros e acabar tendo este retorno, mesmo não sendo planejado?

Quando eu comprar minhas passagens e hotéis. Pagar com esses pontos @Guilherme_Lessa :slight_smile:

Não vale a pena usar pelos pontos. Ponto por ponto, vale mais a pena procurar um cashback, ou milhas, e gastar por lá, seja qual for o cartão. Usar o nubank por causa dos pontos não faz sentido algum.

É um cartão ótimo pra quem quer “só usar”, mas não tem benefício nenhum. Pra quem usa pouco, é uma mão na roda. Pra quem usa muito, é melhor procurar outro.

3 Likes

Andei pensando aqui e uma coisa legal do @Nubank implementar, se possível, é um Rewards mais em conta, por exemplo, atualmente você paga R$ 19,90 pra ganhar 1 ponto a cada R$ 1, eles poderiam criar um mais em conta, pagando R$ 10 pra ganhar 0,5 a cada R$ 1 gasto ou algum outro proporcional ao valor que cada um gasta no mês.

Nesse caso @anon79890734 o retorno seria da mesma forma, porém o custo 50% menor do que é hoje, a teoria seguiria a mesma, mas se tornaria mais atrativo, seria bacana.

A taxa de conversão do Rewards ainda é proibitiva. Por ex., uma simples viagem de 20 reais no UBER é igual 2 mil reais em gastos. Com a viagem de volta o valor dobraria para 4 mil reais.

Além disso, em comparação aos programas de milhagem o Rewards não tem, definitivamente, vantagem. Passagens aéreas internacionais (ida e volta) custariam por pessoa 350 - 400 mil reais - na conversão. Nos programas de milhagem a conversão, mesmo sendo em dólar, é mais em conta (especialmente para os que têm a conversão 1 dólar = 2 pontos) e ainda há a possibilidade de encontrar promoções com forte redução da conversão milhas para passagens.

Isso mostra que o programa precisa melhorar. Poderia ser a partir da redução da taxa de conversão para valores semelhantes aos programas de milhagem.

5 Likes

Essa análise que você fez @Celso_Sant_Anna seria de pontos (Valores Gastos) X pontos (Valor Real)?

Prezado Felipe, obrigado pela pergunta. O apontamento que fiz em relação aos valores “Rewards vs programas de milhagem” foi em função de experiências prévias. Certamente, o programa de milhagem tem variação em função do perfil de cada um. Para o meu perfil, os programas de milhagem são bem mais vantajosos na conversão direta de pontos acumulados para passagens aéreas. Para quem tem paciência para ficar procurando por promoções, o programa de milhagem fica ainda mais vantajoso. Espero ter respondido sua pergunta.

2 Likes

Obrigado @Celso_Sant_Anna realmente foi um belo ponto de vista, coisa que eu não tenho, pois não uso esse tipo de serviço.

Vale muito ter um programa de milhagem, Felipe. Todos os meus gastos (dos mais baratos aos mais caros) são feitos via cartão de crédito para acumular pontos. A ideia é converter os pontos em milhas e, então, passagens aéreas. Não há custos para programas de milhagem. Basicamente, é um dinheiro que vc já gasta e aproveita para "transformar’ em um benefício. Sugiro vc dar uma olhada nos programas de milhagem existes e como o seu banco lida com os pontos. Como falei antes, se procurar por promoções as vantagens são ainda maiores. Aproveite

@Celso_Sant_Anna o Nubank anunciou para esse ano uma parceria com a Smiles, vamos aguardar. PS: Nunca andei de avião, quem sabe é agora, é um sonho.

1 Like

Não sabia da parceria com o Smiles. Isso é muito interessante e espero que seja concretizado. Estou na torcida para que o seu sonho seja realizado o mais breve possível.

1 Like

@Celso_Sant_Anna segue o link da reportagem: https://blog.nubank.com.br/nubank-rewards-tudo-sobre/

1 Like

Muito Legal! obrigado.

opa, interessei ein? o cartão Meliuz dá cashback mesmo em compras “offline”?

1 Like

Pra mim também o Rewards não vale a pena. Os lugares que mais vou não pode ser apagado ( supermercados).
Então pra mim no momento não compensa.:smirk:

2 Likes

Fazendo o comparativo com outras instituições, realmente é bom, mas poderia ser melhor.

No mercado, ao comparar Rewards, Trigg e Méliuz. Com base de gastos de R$6 mil mensais, temos o seguinte, já descontado a anuidade.

Méliuz: R$576

Trigg: 936 - 118,80 (anuidade) = R$817,20

Rewards: 720 - 190 (anuidade) = 530,00 /
Já na conversão para passagens aéreas (80 pontos por R$1) 900 - 190 = R$710,00

Vemos que o Trigg leva sempre vantagem. O diferencial do Nubank é mesmo o atendimento. No Trigg o cliente espera um dia inteiro para ser atendido. Imagino se der um problema.

4 Likes