Nubank Kids versão conta para mesada ou poupança dos filhos

Égua!!! :open_mouth: :flushed:

Grato por compartilhar!

Me ajudou bastante já essa experiência!
Gratidão!!!

2 Likes

Eu tenho conta no Inter. Lá você consegue abrir para a criança caso ela já tenha RG. A minha filha não tem ainda. Lá abri uma comunidade de investimento com 40 pessoas. O máximo e 50, mas tô guardando uma vaga pra ela.:grin:
Muitos falam de problemas no Inter em diversos locais do app. Mas no meu caso guardo o dinheiro no CDB de liquidez diária e só deixo rendendo. Então não vejo esses problemas. Por hora resolve meu problema, mas aguardo pelo Nubank também me dar uma opção parecida. Chegaram a dizer para abrir conta na caixa, mas convenhamos poupança não rende nada.

2 Likes

Rapaz… como gostaria de ter tido uma experiencia boa neste banco. :sleepy:

Gostaria muito de usar o INTER, pelo fato dele ser digital e pioneiro em muitos servicos… maaasss… tive uma experiencia ruim no atendimento!

Daí, não pretendo mais voltar a usar os servicos deles.

Dos digitais… to mais propenso a testar o C6!
(E nem sei se eles tem servicos kids também) :thinking:

Parece que o Next tem essa conta infantil chamada Next Joy, convém dar uma conferida.

7 Likes

Vou ler mais sobre ele entao. Valeu!
O NEXT é do bradesco?

Sim, @Vittoria_Cunha e @IsaacFerreira, ele tem mesmo. Ó só:

8 Likes

E vc recomenda?
Ja ouvi reclamacoes do NEXT e confesso que sou um pe atras com o Bradesco.

O Next é do Bradesco sim. Quanto ao atendimento, sinto te dizer, mas eles conseguem ser piores que o Inter.

1 Like

Rapaz, recomendo como segunda opção, no meu caso só uso pra poder fazer saques em casos de emergências extremas, pois com ele eu consigo sacar tanto nas agencias Bradesco, quanto nos caixas 24 hs e com a biometria cadastrada, é possível fazer saques sem cartão.
Mas, eles passaram quase 2 anos pra me liberar a função crédito, o atendimento deles é meio lento, porém todas vezes que precisei, sempre fui atendido no mesmo dia, as vezes na mesma hora outras vezes várias horas depois, mas sempre no mesmo dia.

1 Like

Talvez você esteja fazendo a leitura incorreta da proposta. A ideia não é criar um operador da bolsa de valores e sim fomentar na criança o senso de responsabilidade quanto ao dinheiro. E isso é ‘mais velho que andar pra trás’. Quando os pais davam aqueles cofrinhos onde guardávamos moedas para comprar um brinquedinho, comidinhas e roupas, estavam fazendo o mesmo que propus. O que muda, nesse caso, é só o meio de fazê-lo.
O objetivo continua sendo o mesmo, que é mostrar para a criança os conceitos básicos de dinheiro: que é um recurso escasso e que só é obtido pelo merecimento. No caso da criança o merecimento é o bom comportamento, bons resultados na escola e a execução de atividades como manter o quarto organizado e retirar a mesa das refeições, por exemplo.
Se isso for feito apenas à partir dos 13 ou 14 anos, muitas excelentes oportunidades de se firmar esses conceitos terão sido perdidas.

7 Likes

O Nextjoy me chamou muita atenção e foi inclusive, minha fonte de inspiração para propor a ideia aqui na comunidade. Para mim, seria muito mais interessante não precisar ir a outro prestador de serviço só por causa de uma funcionalidade que o Nubank ainda não oferece. Reforça a gente ai Nubank

6 Likes

E eu concordo plenamente com vc, embora pra mim não faça mais sentido, mesmo assim apoio a ideia.

2 Likes

Ter conta kids controlada pelos pais.

4 Likes

@Francinaldo_Rodrigue Podia mesmo meu caro.
Como o colega disse, estávamos conversando sobre isso aqui.
Além disso seria interessante o próprio banco fornecer curso voltado a finanças.
Mas é claro que não é interesse dos bancos terem clientes que conheçam como mexer no próprio dinheiro.

1 Like

É uma ótima ideia, já foi debatido aqui várias vezes, esperarmos um dia se tornar realidade!

2 Likes

Acredito que algumas coisas não ficaram claras para algumas pessoas. Quando se fala em criar uma conta kids acredito que, a nossa idéia como pais é que, teremos uma ferramenta disponível, vinculada a nossa conta, ou seja, os pais poderiam controlar até acharem conveniente a idade da criança para começar a educá-la sobre finanças, e podendo sim, futuramente abrir para que essa “criança” , isso é claro quando os pais determinarem, pudesse movimentar essa conta, porém sem desvincular totalmente da conta dos pais, para que os pais possam a qualquer momento, de acordo com a necessidade, até bloqueá-la se possível. Agora com relação a ensinar a criança o que, quando e como ela deve usar o dinheiro, acredito que é muito pessoal gente! Minha filha é autista, mais sei que no momento certo, e com o nosso direcionamento como pais, ela terá discernimento, mais no momento certo pra ela, no tempo dela! Não queremos de forma nenhuma com isso privar a criança de ter uma infância e etc. Acredito que tem crianças que com 7 ou 8 anos vão conseguir ter alguma noção, porém, outras vão demorar um pouco mais, mas isso não quer dizer que nós, pais não devemos ter e usar ferramentas a nossa disposição para que os nossos filhos aprendam sobre finanças. Precisamos formar cidadãos que no mínimo, no futuro, não sejam alienados financeiramente!

6 Likes

Caríssimos, estou vendo aqui que o BB tem um “cartão mesada”, é pré-pago e gratuito. Com o objetivo de dar mesada pra minha filha (11), percebi que uma conta completa não é uma necessidade. Um cartão pré-pago assim resolveria. Outra ideia: um segundo cartão atrelado à minha conta com crédito definido por mim.

Um modelo muito interessante também é o do cartão Caju: ele funciona como agregador de benefícios do empregado. A empresa deposita o valor dos benefícios e o app divide (presetado) em alimentação, refeição, transporte etc. Vale dar uma olhada nisso!

3 Likes

Hummm legal, gostei dessa.

Cara! Que show!!!

Bom saber :clap:t2: