Porque amo meu 💜

Que os bancos “tradicionais” cometem alguns abusos com os clientes a gente sabe, mas cobrar por um demonstrativo dos gastos é demais :woozy_face:, fora que pra ter uma simples notificação quando usar o cartão tem que pagar também, enquanto o roxinho, de graça, mostra até a localização da compra

Que outras atrocidades já presenciaram, ou experiências ruins vocês já tiveram com bancos antes da chegada das contas virtuais, que simplificaram muito a nossa vida?

9 Likes

O Itaú cobrar 5,99 pelo serviço de aviso SMS é o fim da picada.

9 Likes

nossa, a última vez que pesquisei esse serviço era 2,99

2 Likes

Uma vez o BB me cobrou R$5,00 por serviços de SMS. :mask:

5 Likes

Não que eu queira defender os “bancões”, mas verdade seja dita, há algumas incoerências ppr aqui…

O print do serviço oferecido não é bem um “demonstrativos de gastos”. Está mais para um app de controle financeiro pessoal, só que certamente muito mais limitado que apps especializados (como o Organizze, Minhas Finanças, Mobills, entre outros). Outro ponto é que não dá para generalizar, no app do BB, por exemplo, oferecem algo semelhante gratuitamente.

Isso aqui é o serviço de SMS. Há quem utilize, mas eu mesmo nunca usei nem pretendo. Pra quê usar se existe o push do próprio aplicativo? O ponto é que é algo opcional. Se a pessoa quiser essa “segurança extra”, o serviço está aí, paga quem quer/precisa, mas não é algo obrigatório como fez parecer que é.

Eu tinha uma única conta, no BB (normalmente cito ele prque é o único que conheço). Algum tempo depois resolvi criar uma conta no Inter por causa do cartão sem anuidade e principalmente para fugir da tarifa da TED.

Com a poluição que ficou o app laranja depois de implementarem o tal “superapp” (o shopping), descobri o roxinho e caí nas graças. Infelizmente o Nubank passou a seguir o mesmo caminho do Inter quanto à interface do app. Inicialmente já me incomodava o fato de o card do Rewards não poder ser ocultado, mas 1 elefante não incomodava muito não. O que dizer de 5, 6, 7 elefantes de agora (whatsapp, rewards, empréstimo, seguro de vida, google pay, etc.)?

Passando os olhos no app RAPIDAMENTE, facilmente se observa QUATRO lugares de acesso à função empréstimo (no card principal, na barrinha inferior e duas dentro do card da conta). Para que esse bombardeio? Não é possível ocultar o card da tela inicial sendo que há outras três opções com a mesma função?

Há muito se sabe que para o Rewards valer a pena, é preciso gastar por mês pelo menos algo em torno de R$ 1,6k na fatura. Levando em conta a bandeira de liberdade financeira levantada pela empresa, esse card não deveria sequer aparecer para quem possui limites muito baixos. Mas ele fica lá cravado, me corrijam se eu estiver enganado, até pra quem tem R$ 50 de limite. Que ofereçam o serviço, apresentem o card, mas custa possibilitar ocultá-lo?

Enfim, gostava da simplicidade do app do roxinho, uma pena que ficou pra trás e não há opção de recusar os cards desnecessários a não ser trocar de app. Obviamente isso nem de longe enseja medidas drásticas como o encerramento da conta, mas diminui sobremaneira a satisfação em ser cliente/uso do aplicativo. Quanto ao serviço de SMS dos bancões, pelo menos só paga quem quer, não é preciso trocar de banco para evitar essa tarifa.

1 Like

Oi @lualmeida, acho que fui um pouco injusto

eu entendi assim, mas agora que você disse, pode ser mais como o Flow do Next. Convenhamos que a linha do tempo dos gastos é péssima e só mostra até os 90 dias, para mais que isso só especificando o período

pelo menos no débito ( que é o único serviço que uso) não tem notificação.

Toda vez que abro o app, o que é raramente quando tenho alguma movimentação, clico e seguro nos cards, na esperança de terem habilitado ocultar ou mover.

2 Likes

O Itaucard mesmo oferece o serviço de aviso SMS por 5,99 justamente porque é a única forma disponibilizada por eles para o cliente ser notificado das transações do cartão de crédito. Não há notificação push pra compras.

3 Likes

Cobrar Anuidade quando não uso o cartão, #Medo

2 Likes

Afirmo que minha experiência de migração do banco “tradicional” (lê-se Banco do Brasil) para os digitais foi parecia com a sua.

Por este motivo aqui:

encerrei minha conta lá no mesmo Banco do Brasil. Sempre achei um roubo descarado cobrar por anuidade de cartão (ainda mais quando era mais de R$ 1.000,00, no meu caso) sendo que as instituições bancárias têm lucros astronômicos anualmente com todos os outros produtos extorsivos que empurram goela abaixo do pessoal. Além disso, a tarifa de TED também me deixava muito puto, além da velha (e não menos nociva) taxa de manuteção que me afanava R$ 12,90 todo mês, tendo saldo na conta ou não.

Agora quando tu falas que

Eu só consigo ler: é um demonstrativo de gastos com maquiagem. E não deveria ser cobrado, pelos mesmos motivos expostos acima. O engessamento da área de faturas e compras no crédito também me davam nos nervos.

Anuidade de cartão de crédito, taxa de manutenção e cobrança por “serviços” pífios foram as três gotas d’água que encheram o balde da minha paciência com o sistema financeiro “tradicional”. Mudei para o time laranja porque levei um fora sumário da nação roxa quando flertei com ela, na época da lista de espera. Depois de um tempo o Nubank voltou com um

E aí, sumido?!

E pronto. Foi o suficiente. Também reclamo da poluição visual que tem acontecido, mas nada que uma atualização não resolva. App fluido, simples e eficiente. Transações com data, hora, local, e com a possibilidade de alterar o nome dos estabelecimentos e marcar as compras com etiquetas. Sem anuidade. As vantagens são tão maiores que os defeitos (you can never win, can you?) que a relação tá longe de não valer a pena.

Às favas, os bancos.

À minha vida, Nubank.

5 Likes

Não fui tão radical quanto você. Aderi ao pacote de serviços essenciais e consegui zerar a anuidade do cartão. Depois veio o Pix. O diferencial dos 100% digitais como Inter e Nubank, logo, caíram por terra exceto por (no caso do Nubank)…

(… tirando a parte da poluição visual, obviamente).

O gerenciamento das faturas do cartão realmente é um show à parte. Enquanto no roxinho é instantâneo, o Inter demora uma eternidade para lançar uma despesa na fatura. O BB também tem um delay quanto às compras parceladas/gerenciamento de faturas futuras. Essa falha da concorrência porém não me afeta porque utilizo um app de gerenciamento financeiro à parte, então não tenho surpresas com os tais delays (apenas concilio os saldos esporadicamente), mas ainda assim é chato. De fato ponto pro Nubank nesse quesito.

Nos demais quesitos, não vejo tanta diferença atualmente (anuidade 0800, taxa de manutenção e tarifas de outros serviços). Vale lembrar ainda que o roxinho oferece uma conta de pagamentos, que basicamente é uma conta corrente com algumas restrições. Por definição, serve como um ótimo complemento a uma conta corrente tradicional. E assim sigo utilizando sem dor de cabeça…

E claro, torço pela melhora do serviço.

2 Likes

Entendi. No meu caso não daria certo pois trabalho como tradutor independente e recebo remessas do exterior (provenientes de vários países). O Banco do Brasil me cobrava uma taxa absurda para fechar o câmbio, me limitava quanto ao total que eu poderia receber e as quantidades de remessas mensais, e ainda fechava o câmbio com uma taxa sem-vergonha (que nem no mercado paralelo se utiliza).

Então, para minha utilidade, a conta era um estorvo e me deu mais dor de cabeça do que vinho tinto vagabundo. O time laranja me permite receber dinheiro do exterior sem cobrar nenhuma taxa (e com uma taxa de conversão decente).

Deus abençoe quem se serve bem dos serviços do Banco do Brasil, vocês tem um lugar reservado no céu. Parabéns mesmo, de coração. Pra mim não funciona.

2 Likes

Pelo menos até você precisar pagar uma GRU simples, hehe.

Mas é isso mesmo, o mercado hoje está aí farto para utilizarmos o que melhor nos convém. Não posso opinar sobre o serviço de câmbio do BB porque nunca utilizei, mas caso precise e perceba que não vale a pena, na hora buscaria alternativas, tal como você fez. Talvez se você já tivesse com os serviços essenciais bem como um cartão com anuidade free que atualmente é oferecido, não teria encerrado a conta. Só talvez. Mas se não faz falta, é isso: só alegria! :sweat_smile:

Particularmente acho que você está bem servido com o laranja e o roxinho. Mas só você mesmo pra definir isso. Sobre o câmbio, as contas internacionais do C6 e do BS2 não seriam também boas alternativas? Também tem o Paypal pra receber pagamentos do exterior. E a Wise…

Em breve poderemos pagar via PIX, o Governo já está caminhando nessa modernização, e realmente é muito triste um Banco precisar disso pra ter cliente.

2 Likes

Mas não precisa ser cliente não, é quem quer.

Pra quem quer ir na agência pagar esse imposto, não precisa ser cliente mesmo.

1 Like

Mas aí você tem que reclamar junto ao órgão arrecadador, que oferece apenas uma forma de pagamento. Ou vai dizer que é culpa da instituição conveniada? Pode sugerir ao Nubank obter autorização para o recebimento desses tributos. Daí quem é cliente do BB só por causa disso, se desejar pode pedir o cancelamento da conta e ficar só com o roxinho.

:metal: :metal: :metal: :metal: :metal:

1 Like

Isso é aí é o famoso arrumadinho do BB com o Governo, há tempos existe o boleto bancário, só criaram essa restrição pra dificultar o pagador, com o PIX chegando espero que isso acabe, mas sim isso e o que faz muito gente ter conta nesses bancos estatais.

4 Likes

Isso é um lado da moeda, o que vc diz. O outro lado, a justificativa do governo, é redução de custos, que realmente tem lógica (melhor operacionalizar junto a uma estatal do que a outra instituição que acarrete maiores gastos). Além disso, o BB não é necessariamente estatal, tal como a Caixa Econômica Federal é (100% do governo). Então seu argumento perde um pouquinho de validade, considerando que seria melhor terem feito um “arrumadinho” com a CEF, não com o BB.

Não estou aqui advogando por nenhum lado, apenas citei os fatos. Já mencionei anteriormente que sou cliente satisfeito do BB e respeito a sua insatisfação com o banco. Cada um tem uma experiência própria, é natural. Não quero dizer que o BB seja bom pra você porque é bom pra mim.

Sim, de fato. Quanto mais facilidade para nós consumidores, melhor.

1 Like

O Nubank foi meu primeiro cartão de crédito Zero Anuidade.

Antes eu tinha 2 cartões do Itaú e Bradesco.

Pagava 700 reais em anuidades.

Nem gastava muito no cartão.

Cancelei os 2 cartões, na coragem.
E fiquei com o Nubank, na época, meu limite era de 400,00

Hoje tenho um ótimo relacionamento e meu limite aumentou 10x.

Certo que meu amor pela marca aumentou também.

Uso todos os produtos da marca, cartão, conta, guardar dinheiro, empréstimos. Pago boletos.

:zap::diamonds::zap: Estou aguardando a vinda do DDA.

Trás pra gente NuBank.

3 Likes