Programas de pontos / fidelidade: comparações

eu participo de outro, quando o meu limite aumentar e meu gasto anual ou mensal compensar a taxa do programa com certeza irei adquirir, concordo contigo na % mas só o fato de não inspirar é ótimo d+ (tem uns ai que pra fidelizar os pontos para que não expirem é bem mais alto a taxa)

2 Curtidas

Acho que sim, o Nubank ele coloca esse taxa para pelo menos garantir o retorno do investimento nas parcerias. Para realmente ter um bom retorno. O gasto teria que ser bem maior do que o apenas cobrir o valor da mensalidade.

No caso os cupons 2X1 em Fast Foods. Saem mais caros os lanches do que o Castro do APP no celular por exemplo.

2 Curtidas

Eu não sinto falta de ter surpresas ou algo do tipo, claro que seria bem-vindo se houvesse, mas não é algo que preciso, só queria que tivesse mais parceiros.

1 Curtida

Já participei de alguns programas…
O rewards e o que mais me traz benefícios reais!

3 Curtidas

Eu percebo o Rewards como sendo a parte mais parada e mais engessada do Nubank. No cartão propriamente dito e na Nuconta as inovações , lançamentos e novidades são constantes (por exemplo cartão de débito, “guardar dinheiro”, RDB, etc). Já no Rewards, desde o lançamento o Programa se mantem praticamente inerte, sem novidades ou melhorias. Tem que melhorar isso aí! Rsrsrsrsrs!

2 Curtidas

Vocês acham que seria interessante eles oferecerem pontos dobrados por doações? como compras no site “catarse” “Crowd funding” e coisas do tipo?

1 Curtida

Acho que esses Tópicos Ajudam:

Multiplicar Pontos em Doações, não me parece uma atitude Legal, sei lá.

3 Curtidas

legal! obrigada

2 Curtidas

Ah, com sinceridade, eu não acho bom o programa de pontos do Nu.
Veja bem, a Méliuz fez uma parceria com o Banco Pan, e ainda assim, está fornecendo um cartão grátis, com 0.8 de cashback em todas as compras, mais cashback adicional nos parceiros, que por sinal, são muitos.
Olhando assim, fica difícil apoiar o programa do Nu.
Eles devem melhorar o seu programa, ou então buscar parceria que sejam melhores, e que visem ainda, acabar com o custo do programa atual.

3 Curtidas

Perfeito, concordo exatamente com você @leandrofreire! Mas fico feliz com o surgimento desse programa da Méliuz, assim coloca uma pressão para que o Nubank melhore o Rewards.
Neste tópico, e em específico nesta postagem, falamos mais detalhadamente sobre considerações que devem ser feitas ao decidir se o programa é bom para você. Digo isso pois o programa vale a pena sim, desde que você gaste um valor mínimo.

2 Curtidas

mas o NuBank rewards não dá 1% de cash back? não entendi

Para mim serve. Nunca paguei a Netflix (plus) nem google nãoseioquê ademais de outros rebates. O negócio é antever o que vc vai abater periodicamente e aí fazer as contas se vale a pena. Aí, uns R$ 60,00 ou 70,00 por mês me custam R$ 19,00.
Pior é nada.

1 Curtida

Entendi. Mas a respeito de valer a pena, a uma linha ténue entre valer e ter retorno. Veja bem, ele tem retorno sim, a partir de um gasto minimo de 1.500,00 reais, pois cobra 190,00 reais anuais ou 19,00 reais mensais, que da 228,00 reais no ano. Isso não é atrativo para quem gasta pouco, principalmente os jovens, que muitas vezes nem tem esse limite.
Nessa perspectivava, é certo dizer que, tem retorno sim, mas não vale a pena em termos gerais, visto que há outros programa gratuito e que ao fim, pode ser mais vantajoso, visto que, o retorno do Nu é de 1%, mas deve levar em conta a mensalidade cobrada, que faz esse 1% não ser real.

3 Curtidas

Sim, mas não é real, visto que você está olhando somente para a conversão 100 para 1, e esquecendo do valor de 19,00 reais mensais. Isso vai fazer com que esse percentual varie de 0% a 0,999…%.
O programa que citei na minha postagem, é gratuito, então sempre irá ganhar no minimo 0.8% do cartão, podendo ganhar bem mais nos parceiros, a exemplo, na amazon que chegou a dar 10% de cashback, mais um cupom de 15%, totalizando 25%.

3 Curtidas

Excelente ideia!!! Deixar algo meio gameficado talvez

1 Curtida

Ideia brilhante.

1 Curtida

:thinking: O Reward da Nu, é algo novo, prematuro, ainda está engatinhando.
Quando começaram com o programa, nem tinha fast foods direito, nem corridas de apps de transporte…
Bem, como um programa novo, com um legue de parceiros, tem que haver um certo custo para não inviabilizar, cabe se será repassado para o consumidor ou não.
Além do mais, aínda o serviço está crescendo.

Ainda não possuo o serviço pelo limite do cartão, que inviabilizaria a adesão do programa.

No caso do Méliuz, também no mesmo caso do Ame (mesmo que o Méliuz, só que da B2W, em sites como Submarino, Americanas, Shoptime), é um sistema de retorno de cashback, na qual tudo que se compra, tem um retorno, mas como funciona essa parceria?

Até então, a startup (Méliuz), e o estabelecimento fazem uma parceria, dessa parceria fazem um cálculo em porcentagem sobre os produtos, exemplo: Verdemar cobra 0,5% nas compras, de vez enquanto fazem campanhas de que levando tal produto tem um retorno maior.
Em outros sites, dão descontos em tal linha de produtos, cupons de desconto e por aí vai…
Porém, já notaram os preços? Quando compra algo, o valor em si é quase pouco maior, mas pq?
Essa % que é ofertada, é custodiada pelo estabelecimento, e pelo consumidor, e pelo programa…

Para o Rewards, como seriam feitos esses retornos?
No caso, a Nu teria que fazer parcerias, os valores seriam quase os mesmos, e seriam custiados por todos, se não como haveriam o retorno?!

Além da confirmação do Produto, pois o estabelecimento teria que informar o valor da compra, digitando por exemplo o número do telefone, como funciona na Meliuz…

E como já existe outros programas, como o Meliuz, Ame, Dotz, Smiles, Programas de Relacionamento de cada cartão, Vai de Visa, MasterCard Surpreenda, e vários outros, que ficaria difícil da Nubank convencer seus novos parceiros a aderiram o programa, achando que é só mais um… Daí fazer a parceria tanto com outros, como no Americanas que tem o Ame e o Meliuz, quanto fazer exclusividades com certos estabelecimento, para que o consumidor da Nu faça a adesão, achando que está levando algo tão beneficente, que realmwnr mostre que é o ideal do programa, caso contrário, ninguém faria a adesão…

Desculpe-me do tamanho do texto, me empolguei…

O rewards é interessante, mas só para quem concentra tudo em um cartão, no momento a livelo é a melhor, essa parceria com a smiles deve ter um coeficiente de conversão bem difícil, por isso essa demora em anunciar os detalhes, sem falar que esses pontos daqui não vão servir para quem quiser mais status smiles, acho pouco provável, até pq eles são muito restritivos aos cartões deles e compras no site deles tbm…

O Rewards sem dúvidas (para mim) é interessante, especialmente se você usa os serviços como Spotify, Netflix, Uber ou quer fazer aquela viagem… Mas não compensa pelo fato de não atingir um gasto que vale apena

Também gostei muito da clareza… outros programas de pontos, na imensa maioria das vezes, cobra em dólares, tem conversões de difíceis compreensões e só vale a pena para passagens em promoções relâmpagos.

1 Curtida