Risco David Vélez

Ninguém é de todo ruim. Sempre alguma coisa boa em todos.

Com ele, isso não é diferente. Concordo com vc @Edson_Bezerra. :slightly_smiling_face:

2 curtidas

O Danilo Gentili entrevistou um membro da Forbes,deve ter no YouTube ainda,mas nem lembro nome do vídeo.

2 curtidas

Encontrei uma entrevista de anos atrás, ele cita que o Eike (11:30) perdeu muita grana, mas não dá detalhes:

1 curtida

Todos os seus pontos são plausíveis e justificáveis, porém, a meu ver, só afetam a quem é acionista ou coisa parecida, tendo impacto mínimo sobre quem é apenas cliente. Sobre governança,o Nubank deixa muito a desejar e tem um histórico ruim, pra quem é acionista, e nesse caso, concordo que deveria ter uma certa trava, pois no mundo corporativo, não é saudável o preso ser seu próprio carcereiro, tendo em sua posse a chave de sua cela. Um exemplo legal foi o Sr. Elon musk kkkk lá o certo funcionou.

2 curtidas

Concordo.

Imagino que os acionistas não estão muito preocupados com isso não. Rs, pois se tivesse. Talvez isso já teria mudado de acordo com visão do @Roxo.

2 curtidas
Postagem antiga

Ué por que censuraram o tópico do maluco? Posso até ter uma opinião contrária, mas os pontos que ele levantou são totalmente plausíveis e o conteúdo foi muito bem escrito. Se ele quer entrar em uma missão à la Dom Quixote contra o acionista majoritário, deixa ele poxa. Censurar é totalmente desnecessário. Até porque se fizer uma votação aqui no fórum, muito provavelmente ele já perderia :rofl:. Imagina numa assembleia contra alguém com mais de 50% dos votos :joy:

Campanha para liberar o tópico e a gente continuar falando que ele está viajando na maionese :rofl:

edit: eu tinha feito uma postagem questionando a censura do tópico, mas aparentemente não foi bem recebida, então vou ocultar. Desculpe pelo mal entendido, não era minha intenção.

Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais , 5ª edição, (DSM-5-TR), é recurso imprescindível para o diagnóstico e a classificação de transtornos mentais, seja na prática clínica, seja na pesquisa na área de saúde mental

O Capacitismo é considerado uma forma de preconceito, comumente vindo de pessoas sem deficiência, que pré-julgam a capacidade e habilidades das pessoas com deficiência com base apenas no que elas acreditam sobre aquela condição
Fonte: Handtalk

4 curtidas

Ate a tesla é arricado entao,ate a binance,nascer tbm e arriscado,tu pode nascer em pais de guerra

O presidente do conselho de administração da tesla não é o CEO. Veja:

O conselho de administração da Tesla em 2024 é composto por:

  1. Elon Musk - CEO da Tesla e membro do conselho desde 2004.
  2. Robyn M. Denholm - Presidente do conselho desde 2018 e diretora desde 2014. Ela também é membro de vários comitês, incluindo o Comitê de Auditoria e o Comitê de Governança e Nomeação.
  3. Ira Ehrenpreis - Diretor independente e presidente do Comitê de Remuneração.
  4. Joe Gebbia - Co-fundador do Airbnb e diretor independente desde 2022.
  5. James Murdoch - CEO da Lupa Systems e diretor independente desde 2017, participando de vários comitês, como o Comitê de Auditoria e o Comitê de Governança e Nomeação.
  6. Kimbal Musk - Empreendedor e irmão de Elon Musk, membro do conselho.
  7. JB Straubel - Co-fundador da Tesla e ex-diretor de tecnologia da empresa.
  8. Kathleen Wilson-Thompson - Diretora independente e membro de vários comitês, incluindo o Comitê de Remuneração e o Comitê de Governança e Nomeação [❞] [❞] [❞] [❞] [❞].

Tudo tem riscos, sem exceção.

Cabe avaliar quais riscos são aceitáveis e, portanto, podem ser ignorados. Quais devem ser tratados, quais podem ser delegados a um terceiro (seguro, por exemplo) e quais devem ser evitados (por exemplo, não investir nada na bolsa para não correr o risco de perder grana).

Aceitar, mitigar, tranferir ou evitar.

Verdade. Principalmente no Brasil, onde tem o maior número de bandidos por metro quadrado. O que tem de VAGABUNDO não está no gibi, os jornais não me deixam mentir.

1 curtida

No final das contas, mesmo sendo “separado” quem manda mesmo é o Elon Musk.

Alguém acredita no contrário?

3 curtidas

Veja, não conheço bem a Tesla e sua estrutura de governança.

Mas lá o grande poder do Elon Musk também é um risco potencial.

Foi uma sugestão de mitigação desse risco no Nubank, separar o presidente do conselho de administração do CEO. Se na Tesla isso não funciona na prática, deve-se pensar em outros mecanismos, como rotatividade de funções, prestação de contas mais rigorosa, fortalecimento da auditoria interna, entre outras.

Temos outros exemplos disso no mundo corporativo. De pessoas com muito poder dentro de uma empresa. Mas conhecemos as histórias que deram certo até o momento (Jeff Bezos, Elon Musk, Mark Zukemberg, Bill Gates, David Vélez), mas e quando algo dá muito errado? E as inúmeras grandes empresas “inquebráveis” que quebraram? Por que isso ocorreu? Poderia ser evitado com uma distribuição de poder mais equilibrada?

Eu penso que poder demais na mão de uma pessoa não é muito positivo, especialmente quando a pessoa é teimosa e segue as próprias ideias sem ouvir os demais, ainda que esteja errada. Não sei se é o caso do Vélez. De qualquer forma, acho salutar uma distribuição de poder melhor e uma mão forte para contrabalancear o Vélez. MInha ideia é um presidente do conselho de administração experiente e seguro de si, que possa questionar o Vélez sem se sentir constrangido. Ainda, cito o fortalecimento da estrutura de auditoria interna do Nubank, para não acontecer o que ocorreu na Petrobrás, com escândalos de corrupção. Além de uma política de integridade e complience robusta e um código de ética disseminado.

Enfim, alguns possíveis pontos de discussão.

1 curtida