(Análise) Rewards: Veja se vale a pena com uma análise real de investimento/retorno mensal e anual

Igual eu disse, pra mim também não vale, mas gosto da ideia do retorno, e se eu precisar sei que tem como apagar algumas contas que eu mais uso, senão esses R$ 19,90 iam pra outro lugar (Sem retorno certeza! rs), mas espero uma melhora também, o mais breve possível.

1 Curtida

Também não acho que valha a pena no modelo atual deles. Não sei como funciona em outros bancos, mas no BB após um certo valor da sua fatura você pode pedir pra ter isenção da anuidade.
Assim você ganha pontos sem pagar nada.
A nubank tinha que diminuir esses valores ou desenvolver algo como um cashback direto.

3 Curtidas

Concordo, o programa ainda tem que ser aperfeiçoado.

1 Curtida

Gostaria apenas de complementar que no Nubank Rewards também possui algumas parcerias que podem potencializar seu ganho de pontos e até oferecer descontos em lojas parceiras. Hoje a lista de parcerias é bem pequena, mas pode ser que no futuro ela seja mais caprichada.

Imagino que isso não seja muito relevante nos cálculos hoje, mas no futuro é algo para se atentar.

1 Curtida

Sim, as parcerias ainda não são tão convidativas, esperar uma melhora nesse aspecto.

1 Curtida

Falta muita inovação ainda, alguns prêmios que valem mesmo a pena pegar, celulares, TVs, viagens, isso sim seria atrativo para adquirir o rewards…

E pelo jeito, pelo tempo que já se passou, só vi sumir um parceiro (Ponto Frio) rs

Rewards vale super a pena.

Já fui cliente de outra administradora de cartões. No meu antigo cartão eu tinha obrigatoriedade de manter um limite de gastos mensais em R$6 mil para isentar a anuidade e manter os benefícios do programa de milhagens que tinha valor mínimo de resgaste. E os pontos para resgate oscilam dependendo do mês.

No Nubank eu tenho a liberdade de pagar apenas uma taxa anual e posso gastar mais em um mês e menos no outro, dependo da necessidade e posso acumular muitos pontos para trocar por passagens na companhia aérea de preferência. Já no Rewards eu sei o quanto eu vou gastar e de quebra, além da passagem aérea gratuita, posso ainda ficar hospedado de graça. Aderi ao Rewards no lançamento e desde então já me hospedei, comi, viajei e apaguei serviço de Netflix apenas usando pontos. Bem mais vantajoso.

3 Curtidas

Seguindo a ideia de Gastos, realmente é vantajoso.

Sinceramente, você precisa gastar uma quantidade BEM razoável pra valer a pena. Mas se você gasta muito, é melhor gastar em outro cartão. Meu gastos ficam na casa dos R$3500 por mês e, mesmo assim, não vale a pena.

R$3500/mês = 3.500 pontos. Em 12 meses, isso dá 42.000 pontos.
Pela conversão atual, de 100 pontos pra apagar R$1, 42.000 pontos me dá R$420 ao fim do ano.

Pra “ganhar” os R$420, eu precisei gastar R$238 no mensal. “Lucro” de R$182.

O cashback do cartão Méliuz é mais que isso sem anuidade alguma. Até o cashback do Trigg me dá mais ao fim de um ano, ou o cartão da Sicoob me dá mais em milhas.

Poderia rolar milhas, ou uma taxa melhor de conversão. Aí sim, só sucesso.

2 Curtidas

Partindo da ideia elas por elas, a sua realmente é a realidade @Rafael_Gonzalez.

Mas é, olha só:

Isso é uma simulação na trigg. Os mesmos R$420 ao fim do ano, mas perde menos pra anuidade (9,90 por mês, R$118,8 por ano). Ainda sobra R$301, contra R$182 do Rewards. No fim, pro rewards bater de frente com a trigg (por exemplo), era só mudar pra sem anuidade. Agora pagar pra ter um lucro baixo desses é foda.

Sinceramente, eu amo os produtos da nubank. Cartão simples, taxa boa, a nuconta então é meu go-to desde que lançou, e vai continuar sendo por um bom tempo. Mas em programa de pontos de cartão, tá bem difícil. Espero MUITO que melhore porque potencial e uma marca boa por trás, já tem!

3 Curtidas

Para mim, por enquanto, não está valendo à pena também

@Rafael_Gonzalez aguardando um programa mais competitivo e com mais retorno. Por hora, só guardo os pontos mesmo.

1 Curtida

Não compreendi muito bem, seria ter gastos futuros e acabar tendo este retorno, mesmo não sendo planejado?

Quando eu comprar minhas passagens e hotéis. Pagar com esses pontos @Guilherme_Lessa :slight_smile:

Não vale a pena usar pelos pontos. Ponto por ponto, vale mais a pena procurar um cashback, ou milhas, e gastar por lá, seja qual for o cartão. Usar o nubank por causa dos pontos não faz sentido algum.

É um cartão ótimo pra quem quer “só usar”, mas não tem benefício nenhum. Pra quem usa pouco, é uma mão na roda. Pra quem usa muito, é melhor procurar outro.

1 Curtida

Andei pensando aqui e uma coisa legal do @Nubank implementar, se possível, é um Rewards mais em conta, por exemplo, atualmente você paga R$ 19,90 pra ganhar 1 ponto a cada R$ 1, eles poderiam criar um mais em conta, pagando R$ 10 pra ganhar 0,5 a cada R$ 1 gasto ou algum outro proporcional ao valor que cada um gasta no mês.

Nesse caso @anon79890734 o retorno seria da mesma forma, porém o custo 50% menor do que é hoje, a teoria seguiria a mesma, mas se tornaria mais atrativo, seria bacana.

A taxa de conversão do Rewards ainda é proibitiva. Por ex., uma simples viagem de 20 reais no UBER é igual 2 mil reais em gastos. Com a viagem de volta o valor dobraria para 4 mil reais.

Além disso, em comparação aos programas de milhagem o Rewards não tem, definitivamente, vantagem. Passagens aéreas internacionais (ida e volta) custariam por pessoa 350 - 400 mil reais - na conversão. Nos programas de milhagem a conversão, mesmo sendo em dólar, é mais em conta (especialmente para os que têm a conversão 1 dólar = 2 pontos) e ainda há a possibilidade de encontrar promoções com forte redução da conversão milhas para passagens.

Isso mostra que o programa precisa melhorar. Poderia ser a partir da redução da taxa de conversão para valores semelhantes aos programas de milhagem.

1 Curtida