Como fazer o cálculo do décimo terceiro salário?

Como fazer o cálculo do décimo terceiro salário?

O 13o salário pode ser pago em uma ou duas parcelas - e calcular o quanto você receberá não é tão simples. A gente explica.

Todo trabalhador registrado no regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) tem direito a receber, anualmente, o décimo terceiro salário – um salário a mais no ano, proporcional aos meses que trabalhou. É uma conta complicada e, por isso, é comum surgirem duvidas sobre como fazer o cálculo do décimo terceiro salário.

Abaixo, veja um passo-a-passo para entender o valor do 13º.

Em primeiro lugar: quem tem direito ao décimo terceiro salário?

O décimo terceiro salário foi instituído pela lei 4.090/1962 como uma gratificação de Natal; por isso, desde então, ele é pago em dezembro ; também é possível que as empresas o paguem em duas parcelas, sendo a primeira no mês de junho.

Têm direito a receber o décimo terceiro salário todos os trabalhadores registrados na CLT por pelo menos 15 dias de um ano. Ou seja: você recebe o décimo terceiro salário proporcional ao tempo em que trabalhou durante um ano, contanto que seja superior a 15 dias.

Se trabalhou por 6 meses, seu décimo terceiro salário será proporcional a esse tempo; se trabalhou durante um ano inteiro, será um salário líquido.

Como fazer o cálculo do décimo terceiro

Trabalhadores que ficaram durante todo o ano na empresa

Quem trabalhou durante todo o ano em uma mesma empresa não terá dificuldades para saber o quanto vai receber de décimo terceiro salário: se o pagamento é feito em uma única parcela, ele será equivalente a exatamente seu salário do mês anterior .

Por outro lado, se o benefício é pago em duas parcelas, não basta somente dividi-las ao meio. A primeira corresponderá à metade do salário do mês anterior, mas a segunda não: sobre ela vão incidir os descontos do INSS e do Imposto de Renda, que variam conforme o salário recebido.

Mostramos na tabela a seguir:

INSS

Salário Desconto
Até R$ 1.659,38 8%
De R$ 1.659,39 a R$ 2.765,66 9%
De R$ 2.765,67 até R$ 5.531,31 11%
Acima de R$ 5.531,31 R$ 608,44

Imposto de Renda

Salário Desconto Parcela a deduzir
Até R$ 1.903,98 0% R$ 0
De R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65 7,5% R$ 142,8
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 15% R$ 354,8
De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68 22,5% R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 869,36

Trabalhadores que recebem o décimo terceiro proporcional

A grande dificuldade está em calcular o décimo terceiro quando não se trabalhou por um ano inteiro – e o décimo terceiro será proporcional aos meses registrado.

Além disso, como ele pode ser pago em duas parcelas, calcular o quanto será pago em cada uma também é difícil.

Se você recebe o décimo terceiro salário em uma parcela, o cálculo é feito da seguinte maneira:

  • O valor de seu salário bruto será dividido por 12;
  • O resultado deve ser multiplicado pelo número de meses trabalhados no ano; o valor será o de seu décimo terceiro;
  • Sobre ele, deverão ser descontados o Imposto de Renda e o INSS, como explicamos acima.

Se o pagamento do décimo terceiro salário será feito em duas parcelas, o cálculo é diferente. Para saber o valor da primeira parcela:

  • O salário bruto deverá ser dividido por 12 e multiplicado pelo número de meses até outubro ; o valor da primeira parcela será correspondente a 50% do resultado.

Para saber o valor da segunda parcela, a conta é um pouco diferente:

  • Dividir o salário bruto por 12, multiplicar por 10 e, do resultado, subtrair o valor da primeira parcela e os descontos do INSS e do IR.

Vale ressaltar: se você trabalhou em mais de uma empresa, você receberá o décimo terceiro salário proporcional pelo tempo que trabalhou em cada uma.

Este conteúdo faz parte da missão do Nubank de devolver às pessoas o controle sobre a sua vida financeira.

Fonte: Blog: Fala Nubank!

7 Curtidas