Nubank é brasileiro?

Eu achei esse artigo uma enganação, uma piada. Para ser brasileiro teria que ser constituído sob as leis brasileiras, só que o nubank foi constituído sob as leis das ilhas Cayman. A sede oficial do nubank é as ilhas Cayman. Na distribuição de dividendos, por exemplo, não precisa seguir as leis brasileiras que dizem que há dividendos obrigatórios de 25% do lucro líquido do exercício.

Enfim, qual a opinião de vocês, é brasileiro? Para mim não é.

4 curtidas

Se Deus é, porque o Nubank não seria? Haha! :purple_heart:

7 curtidas

Seguindo essa lógica, podemos também dizer que milhares de cidadãos brasileiros não são brasileiros, pois não seguem as leis brasileiras. :thinking:

@AlexandrePVP Poderia elaborar sua definição?

4 curtidas

Bem isso. :ok_hand:

8 curtidas

Para mim isso é indiferente, mais importante são os ótimos produtos e serviços de qualidade que oferecem. Além de um atendimento fenomenal

6 curtidas

O Nubank nasceu no Brasil, então ele é Brasileiro. :brazil:

9 curtidas

Sim é brasileiro
Daqui a pouco entra no merito pra ser X tem que ser criado/fabricado em X…

logo mais Apple vira chinesa assim.

Eu espero que o Nubank não pague dividendos pelos proximos 10 anos…
Empresas que pagam dividendos normalmente são empresas já consolidadas que não tem muito pra onde crescer…

Prefiro que o Nubank reivista o lucro na empresa, gerando mais valorização do patronimio e da propria empresa.

9 curtidas

Pois é, estava pensando sobre isso. :sweat_smile:

Sem uma definição clara, fica difícil argumentar.

2 curtidas

O Nubank é uma startup brasileira que hoje é controlada pela Nu Holdings Ltd., essa sim com sede nas Ilhas Cayman.

10 curtidas

Me parece que há uma confusão entre deixar regulações, ativos, ações, dinheiro ou que seja, fora do país e ter nascido literalmente no Brasil.

Se atentarmos perceberemos que o maior acionista do Nubank chama-se Rua California Ltd, por quê Rua Califórnia?

https://blog.nubank.com.br/tag/historia-do-nubank/

Mesmo tendo 3 fundadores (Brasileira, Colombiano e Estadunidense) sendo 2 gringos, a história toda começou na Rua California, São Paulo, Brasil.

O pessoal que tocou as primeiras operações eram todos brasileiros e a evolução de uma pequena Startup tomou rumos internacionais.

Nasceu aqui, cresceu aqui, mudou o cenário dos bancões aqui, se tem regulações nas gringas, pouco importa para milhões de pessoas desbancarizadas que foram incluídas no sistema financeiro pra poucos.

Bora de comparação

O Neymar nasceu aqui, desenvolveu seu futebol aqui, foi comprado e joga e mora nas Gringas um tempão e investe em ativos, tem grana regida nas Caymãs, etc, etc, . . . Por isso ele não é Brasileiro?

O título tem mais a ver com a fundação, com a missão e propósitos do Nu do que com estratégias financeiras e jurídicas.

Por isso para mim o Nubank é muuuito brasileiro!

13 curtidas

Do jeito que vocês colocam a questão fica parecendo que o nubank é uma pessoa física, e como toda pessoa física que nasce em território nacional, seria brasileiro.

Não é um argumento válido, porque o nubank é uma pessoa jurídica, na figura na nu holdings Ltda, que tem sede nas ilhas Cayman. Se a sede fosse no Brasil, tudo bem, seria brasileira, mas não é no Brasil.

Para quem investiu no IPO e leu o prospecto fica claro que o nubank não é brasileiro, é estrangeiro

Atualmente o nubank pode dizer que nasceu no Brasil, mas isso é diferente de ser brasileiro porque no momento não é mais.

1 curtida

Eu queria dividendos. Estou precisando. Mas isso vai depender da discricionariedade do conselho de administração do nubank.

Talvez eu venda alguns BDRs, vou ver. Eu comprei com preço médio de 4,89, já está em 6 reais. Queria vender a mais que o dobro, uns 10 reais. Mas vou ver.

2 curtidas

Bom dia, @AlexandrePVP! Toda sexta a Cris (CO-fundadora do Nu) costuma abrir uma caixinha de perguntas no seu Instagram e volta e meia aparece uma pergunta sobre os dividendos e a resposta é que no momento não tem previsão, porque o Nubank vai continuar reinvestindo o capital no crescimento, então acho pouco provável que veremos dividendos no momento.

Opinião pessoal: quando comprei BDR do Nu já tinha uma ideia que seria algo a longo prazo mesmo, então por hora o que poderia fazer é procurar um investimento que já pague os dividendos. E quanto a pergunta do tópico, também vejo o Nubank como brasileiro - como o @ClaudioSilvaDigital super pontuou. :pray:t4:

5 curtidas

Se sua meta era dividendos deveria ter optado por outras empresas, lamento dizer isso, mas dificilmente a empresa vai pagar dividendos em pouco tempo,

eu e a grande maiorias dos lugares divide as empresas em dois tipos
Crescimento X Dividendos

Crescimentos são empresas que buscam aumentar o valor patromonial e expandir, caso Nubank
Dividendos, são empresas mais solidas, que não tem muito como expandir e por isso acaba pagando mais dividendos ao longo do tempo.

Claro que existe empresas que faz os dois , paga dividendos e reinveste o lucro.

Outra coisa a se ter em mente é que 1 BDR é = 1/6 de uma ação de fato

Fato curioso: a APPLE ficou 17 anos sem pagar dividendos
de 95 a 2012

6 curtidas

Cada um pensa como acha melhor. O próprio nubank se vê como brasileiro. Eu não vejo e já expus minhas razões.

Sobre os dividendos eu investi no nubank esperando crescimento internacional, para além do grande mercado deles que é o Brasil. Depois que México e Colômbia se consolidarem espero novas frentes de atuação, em outros mercados. Espero também, é claro, aumento na lucratividade por cliente no Brasil, ainda há muita margem para crescimento.

O dividendo seria um bônus bem-vindo. Mas não tem problema, dá pra lucrar com a venda de BDRs, quando o momento for oportuno.

Não me arrependo do meu investimento. Já comprei muitas outras ações da Bovespa e no fim das contas tive prejuízo. Mas isso é algo que eu não acho que irá acontecer com o nubank, eu acredito na empresa.

Não sabia que a Apple ficou tanto tempo sem distribuir dividendos, achei um dado interessante.

7 curtidas

Ah perfeito não mencionei que o Neymar é uma marca PJ controlador da Neymar Sport e a N&N Consultoria juntamente com o pai.

O que quis frisar dando minha opinião é que o Nubank é genuinamente brasileiro, assim como outras inúmeras empresas brasileiras que tiveram parte integral ou parcial de suas ações adquiridas.

Pra mim há, do ponto de vista genuíno, a separação de ser controlada e ter nascimento e crescer.

4 curtidas

Oi Alexandre, tudo bem ?
Entendo essa sua preocupação mas, em termos práticos ela tem não muita razão em si.
Várias empresas que nasceram no :brazil:, fundadas por brasileiros e com uma história local, tinham a internacionalização em seu roadmap de crescimento. E hoje isso é mandatório se os empreendedores realmente “sonham grande”.

Nesse sentido várias delas decidiram por listar suas ações no exterior (NYSE e Nasdaq) justamente visando a internacionalização. A [B]³ é a :fly: do :poop: do :horse: do bandido comparado à essas duas. Exemplos disso: XP, Stone, PagSeguro etc. Some-se ainda o ambiente de negócios e empresarial do :brazil: não ser o mais amistoso que existe, bem pelo contrário.

Eu também procuro privilegiar a empresa local, pois gera riqueza e prosperidade localmente. Confesso que fiquei chateado quando o Café Damasco foi comprado pela Sara Lee Corp e a fábrica fechada em Curitiba. O mesmo vale para o Mate Leão, que foi comprado pela Coca-Cola. No seu raciocínio essas empresas/marcas não são brasileiras.

E, para finalizar, vou jogar uma bela :hot_pepper: na questão dos dividendos: dê uma pesquisada sobre “A Falácia dos Dividendos” (dica: foque nas pesquisas acadêmicas, científicas e não vídeos de influenciadores). Vale a pena como contraponto :thinking:.

8 curtidas

Assim como a XP e outras empresas do Brasil preferiram abrir sede nas Ilhas Cayman não só por menos impostos como facilidade de elaborar contratos.

Esse debate me lembrou o caso do chocolate Toblorone que não poderá ser chamado de suíço por ter mudado a sua produção para outro país

9 curtidas