Segurança pix (sequestro)

Ultimamente ando vendo notícias de sequestros-relâmpagos com liberação via transferência PIX. Pensando nisso, é extremamente improvável que nós, “pessoas normais”, consigamos evitar esse tipo de coisa uma vez que peguem nosso celular desbloqueado e com as todas senhas (mediante arma apontada…). Não creio também que a análise de “transação suspeita” funcione tão bem, afinal os sequestros estão sendo bem sucedidos. Muito menos o limite diário de transferência, que pode ser alterado a qualquer momento (se só pudesse mudar o limite 1x/mês por exemplo, eu ficaria atualizando só pra ter essa medida de segurança). Também não confio tanto na análise na solicitação de mudança de limite… Por que não implementar a função de deixar o dinheiro preso semelhante ao que ocorre no porquinho, mas com menos tempo (afinal posso precisar do dinheiro)?? Nesse caso, o dinheiro ficaria preso por um período de tempo pré-estabelecido qualquer, 01 semana, 20 dias, o que seja, independente de render mais ou não, apenas para ter a opção de não ser possível perder em caso de sequestro, ao mesmo tempo que não se bloqueia por tanto tempo (3 meses é o tempo mínimo atualmente no porquinho…). Em resumo, ofereçam a opção do porquinho para menos tempo, pelo menos pra deixar o dinheiro preso por 1 mês ou 15 dias…

1 Like

Ai a pessoa te sequestra e você fica com os Bandidos por 2 semanas até o pix ser liberado… “Genial”.

Seguro, resolveria isso. Ou o mais ‘‘besta’’, SEGURANÇA, já que é para isso que pagamos tantos impostos.

1 Like

É @igor94 … situação bem “chata”, também fico preocupado com isso todos os dias quando saio de casa.

Eu iria responder exatamente o que o @daviddiniz falou… Eu não gosto muito desta idéia de dinheiro “preso”, nem do jeito que vc propôs, nem do jeito que ja existe hoje. Se pegarem alguém por ex, com um BOM VALOR preso em alguma aplicação (não importa de que banco é) e este valor irá estar disponível por ex nos próximos “x” dias, eu não duvido nada de manterem a pessoa em cativeiro. :frowning:

Acho que neste caso, o que deve ser feito se a pessoa “sumir” é os familiares já conseguirem com a justiça uma ordem de bloqueio temporário (enquanto a pessoa esta sumida) de todos os valores em conta no CPF. (O problema neste caso é se a pessoa “sumiu” por conta própria mesmo. kkkkk, dai ferro… vai ter que voltar pq ficou sem grana! kkkk).

Inumeras idéias já rolaram aqui, e acho que a melhor de todas mesmo é sempre “nao revidar”, andar com poucos (ou apenas um) aplicativo de banco instalado, ou infelizmente deixar o celular em casa e sair com um “decoy.” (Além de claro, andar com poucos cartões na carteira).,.

Não irei discutir segurança publica aqui, pois seria em vão…

's

2 Likes

Isso aí.

A vida é uma só. Não vai ser fácil explicar pro sequestrador que seu dinheiro está “retido”, ou que você já ultrapassou o “limite diário”, ou qualquer outra desculpa. Os casos de latrocínio estão só aumentando.

Eu gosto de D+1 pra investimentos. Mas pra sequestro-relâmpago e assaltos, nada adianta.

3 Likes

Na minha opinião, pra tentar mitigar esse risco somente um seguro mesmo.

Com uma arma apontada para a minha cabeça, eu quero mais é que as transferências sejam realizadas com sucesso.

5 Likes

Convenhamos que nem todo ladrão tá disposto a segurar alguém por 02 semanas… Tem muito ladrão de celular, mas relativamente poucos capazes de assaltar banco. Só foi uma sugestão pra diminuir as chances, não resolveria tudo

1 Like

Não segura mas dá um tiro na cabeça e desova o presunto não adianta ficar dando ideias mirabolantes por que ladrão/sequestrador não tem nada a perder.

3 Likes