Banco tradicional! Necessário?!

Isso é a pior coisa do mundo. Ninguém merece pegar uma fila grande, esperar um bom tempo para ser atendido e depois o gerente falar que não pode fazer nada ou então se uma coisa rápida. Prefiro estar no conforto da minha casa e falar com um atendente.
Eu tenho conta no Santander a mais de 7 anos e conto nós dedos de 1 mão as vezes que fui na agência, e a maioria foi para mudar de agência e fazer um financiamento.
E eu tenho o seguinte pensamento: se não está feliz com algo, o que não falta é opção. Tenho a conta no Santander, no Nubank e em mais 1 conta digital. O Santander agora só uso por causa do financiamento e pagar conta usando o DDA. Prefiro a outra conta digital para depósito e saque e todo o resto uso no Nubank.

O Nubank tem passado por uma certa instabilidade, imagino que seja devido a novas implementações para funcionamento no México. Mas isso é algo passageiro. Já passei por problemas em grandes bancos também. Ninguém é isento de problema.

Eu trabalho desenvolvendo sistema, por mais que uma função seja testada é impossível prever tudo, sempre vai aparecer algum detalhe que não foi localizado. Quando o Nubank implementa algo, é realizado um teste interno, depois é testado em produção com alguns clientes para depois liberar para todos. Neste processo pode acontecer algum problema e afetar muita coisa.

7 Likes

Esse é o ponto. Comigo nunca (nunca!) gerente de nenhum banco deixou de resolver o meu problema. Eu sento na frente dele, explico e espero ele resolver, com aquele tom de “daqui não saio enquanto você não resolver”. Teve uma vez que pedi para ver o crachá dele com o nome completo e comecei a digitar no celular, ele perguntou o que eu estava fazendo, disse que estava abrindo uma reclamação na Ouvidoria do Banco Central citando o nome dele e a falta de resolutividade. Pense em um cara que ficou branco igual um fantasma. Pergunta se ele resolveu meu problema, que até dois minutos antes “não tinha jeito”. Nunca levantei a voz para um gerente (aliás, via de regra, para nenhum prestador de serviço), mas sempre conheci meus direitos. E 99% dos brasileiros não conhecem, por isso passam raiva.

Se você conseguir resolver com o atendente. Diga isso para as dezenas de casos reportados aqui sobre bloqueio de conta que não tiveram resposta por nenhum dos canais acionados. Pensa na frustração de uma pessoa com dinheiro preso na conta, com as contas vencendo e completamente impotente para fazer algo. Se fosse uma :poop: de banco tradicional pelo menos você podeira ir em uma agência.

preciso infelizmente, as empresas quando vão contratar exigem apenas os bancos tradicionais, os outros eles não aceitam e tbm pra concurso público, muitos exigem que só se pague em lotéricas ou banco x y z…

Algumas já estão mudando para banco digital. A atento (Call Center da vivo) está pagando os funcionários no lixo do SuperDigital pertencente ao Santander. Aos poucos isso vai mudando.

Tomara e tem empresa que nem tradicional x ou y aceitam , somente o Z , acho absurdo , penso que a conta é sua , vc cria a que quiser conforme suas condições

1 Like

Hoje para mim a única vantagem do banco tradicional é o crédito. Apesar dos juros normalmente sem maiores, porém liberam valores bem maiores que os bancos digitais ou fintechs.

1 Like

Os bancos tradicionais também estão mudando fortemente para o cenário digital. Diminuindo atendentes, forçando, tanto quanto possível, que vc acione gerente via chat. No BB Estilo, para eu falar pessoalmente com o gerente preciso agendar um horário. Eles sempre forçam que fale por chat ou zap zap.
Entendo que estamos em transição. Mas o banco tradicional ficará bem mais restrito a problema insolúveis digitalmente.

A pegunta acima poderia ser aplicada em diversos cenários que estão se modificando com a tecnologia. Por exemplo: com tanta opção de comida por aplicativo, os restaurantes tracionais são necessários?

O que precisa ficar claro é que ter um gerente à minha disposição tem custo. Se não quero taxas, preciso abrir mão de alguma coisa.

2 Likes

Creio que restaurantes tradicionais permanecem necessários à medida que para entregar comida por aplicativo, a infraestrutura principal necessária que fica numa cozinha por enquanto é a mesma. No futuro, talvez com cozinhas mais modernas em nossa própria casa até os apps de entrega de alimentos passem a ser menos utilizados. Também será necessário modernizar a logística envolvida no transporte dos ingredientes, talvez nossos drones possam ir buscar pra nós após confirmar o pagamento digital, se os drones começarem a transportar dinheiro vivo, poderão ser eventualmente interceptados.

Exato. Mas o que fica claro é que tudo está mudando e sendo influenciado. Outro exemplo é seguradora. Tem gente que precisa de um corretor para intermediar, outros se viram sozinho com a plataforma da seguradora. Outro exemplo: frentista de posto. Quem já foi à Europa não sente necessidade, mas aqui precisa (e tem até reserva de mercado). Cobrador de ônibus.
Por isso, entendo que os bancos tradicionais ainda são necessários. Mas o dia a dia rotineiro das finanças dá para ficar no mundo digital, sim.

1 Like

Mas isso está mudando. Aqui perto da minha casa vários locais como pizzaria e sanduicheria estão acabando com os garçons. Agora é necessário ir no balcão e fazer o pedido. O foco é o delivery.

Isso está acabando. Em Goiânia já tem muitos anos que não tem. Atualmente usam um cartão com NFC e a partir do ano que vem deve começar a aceitar cartão de débito e crédito.

1 Like

Pois é. Mas país afora ainda pipocam leis que proibem ônibus sem cobrador ou motorista que acumula a função. Também há leis que proibem posto com self service, sem frentista. Com a reforma trabalhista, não sei até onde isto mudou/mudará, mas havia uma reserva de mercado forte nestes setores.
Enfim, mais dia, menos dia isso acaba, mas não sem alguma resistência e briga, como taxista contra carro de aplicativo ou os nossos “bancões” contra o Nubank (houve denúncia de boicote).

1 Like

realmente, isso é verdade