Hiperinflação?

Com essa nova nota de R$200,00 no mercado, alguns sites falam q não há risco de hiperinflação, até o próprio site do banco central diz isso.
Mas, creio q quando uma nação começa a emitir notas físicas de dinheiro e quando começam a fazer novas notas de dinheiro (ex: a nova nota de R$200,00) é bem característico de hiperinflação. Qual a visão de vocês sobre o futuro dessa situação?

2 Curtidas

Nao sei se podemos chamar de hiper pois nao esta tao grande assim, chamando de hiperinflação cria o panico e desvaloricao da moeda

2 Curtidas

Ainda tem muita gente que acha que novas notas geram hiperinflação porque antigamente era assim. Década de 80 e início de 90 (eu sou dessa época) vivíamos trocando de moeda e era necessário notas mais altas sempre. Não é o caso agora.

1 Curtida

Poise, pelo q vi e pesquisei a rasão é mais por conta da demanda crescente da cédula física.
Como não vivi o tempo (anos 80, 90) onde os valores das cédulas eram grandes, não sei bem como funcionava o sistema monetário da época. A explicação do nubank sobre o assunto acho q foi bem completo e simples de entender.

2 Curtidas

Em uma coletiva de imprensa, a Diretora de Administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, explicou o contexto para a decisão de criar a nota de R$200. Segundo ela, o Brasil e o mundo observaram um entesouramento desde que a pandemia começou – pessoas guardando mais dinheiro físico.

“Em momentos de incerteza, as pessoas tendem a fazer saques e acumular reserva”, afirmou a diretora. “As casas impressoras de dinheiro foram desafiadas a produzir um maior volume em uma menor quantidade de tempo. É desafiador, porque há limitações fabris, de insumo e de produção das máquinas.”
Em outras palavras: tem mais gente querendo guardar papel moeda.

9 Curtidas

Entendi. Penso também q mostra q o nosso país está um pouco atrasado em relação as tecnologias. Por que as grandes nações isso mais cartão ou celular para fazer pagamentos. E com a alta demanda do papel moeda vejo q a população tem muito a aprender e usar mais os serviços q empresas como nubank fornecem.

1 Curtida

Não acho que irá ocorrer hiperinflação. Tem que ficar atento também de que maneira isso será feito. Você imprimir 2 notas de 100 ou 1 de 200, não faz diferença. O problema é colocar muitas notas em circulação sem recolher outras para compensar o valor impresso.

Concordo, o que gera inflação é isso, mas estamos em uma crise incalculável e não sabemos o que irá acontecer daqui por diante, a economia está parada e a inflação baixa, eu acho que não custa tentar aumentar um pouquinho o dinheiro circulando para ver a reação. Fazendo isso de forma controlada em uma crise da para dar um “tranco” na economia.

É que na pátria tupiniquim o tempo caminha ao contrário.
O mundo busca eliminar dinheiro físico e cogita extinguir as notas de maior valor, mas nós precisamos facilitar a vida dos corruptos e do crime organizado, afinal, numa mala que cabia 1 milhão, agora caberão 2 milhões!
Good job, @BancoCentralBR! :clap:

1 Curtida

Ao que indica, é demanda reprimida devido entesouramento recente, caso ate inédito em nossa economia. Assim que o mercado geral for aberto e a livre circulação voltar, a demanda pela circulação da moeda sera alta, e isso já é sentido no mercado financeiro de ativos.

1 Curtida