Limite extramente baixo

Não entendi essa sua lógica, mas tudo bem. :+1:t3::+1:t3::+1:t3:

A lógica é simples. Se for para ficar pagando antecipado, melhor pedir um cartão pré-pago. Pagar à vista, qualquer coisa. Tem gente que acredita que para ter aumento de limite tem que ficar antecipando pagamento de fatura porque fulano disse. O importante é não atrasar, é pagar em dia. Se ficar adiantando o pagamento realmente ajudasse, você não veria o tanto de gente reclamando de falta de aumento, sendo que vivem pagando antecipadamente…

3 Curtidas

Quem tem digamos 100 de limite faz oq? Usa o limite em 2 dias e fica o resto do mês sem cartão até pagar a fatura? Eu acredito que ajuda mas não é a única coisa.
Tem gente que parcela em 50x, tá com o limite preso mas no mês só consegue usar 10% da margem, aí acredita que tá usando bem o limite.

Em 2 meses de cartão meu limite aumentou 2x sempre adiantando para liberar limite, não pq quero que ele aumente, mas pq o valor a mim concedido é inferior ao meu uso mensal :wink:

Onde isso? kkkk

Pois se quisesse, não aumentaria haha. Foi isso que eu quis dizer sobre movimentar a conta/cartão de modo natural. Tem gente que acha que é só antecipar e pronto, o aumento tem que ser dado… e é isso que estou criticando. Pode ser sim que antecipar ajude, como você mesmo é um exemplo. Mas também pode ser apenas impressão sua, e seu aumento veio por outros fatores. Enfim, minha crítica foi para tentar desmistificar essas “receitas prontas”. Não sou dono da verdade, apenas quis externalizar minha opinião, e vamo q vamo.

3 Curtidas

:rofl::rofl::rofl::rofl::rofl: Acho que é bem por aí…

Concordo com você, não é o único fator a ser ponderado, e também não acredito em “receita mágica” para aumento.
Pra mim se vier beleza, se não ok. Não vou me jogar da ponte por causa disso :rofl:
E fórum é pra isso mesmo, debater sobre os diferentes assuntos, sempre mantendo o respeito :wink:

1 Curtida

Pois é, isso é bem lógico mesmo, esse é o sentido do cartão de crédito.

Vocês estão me deixando triste quanto ao aumento de limite :frowning:

Já comprei sim, obrigada! Comprei hoje cedo e já consegui entregar os trabalhos de auto cad que estavam pendentes. Quanto ao roxinho, joguei no fundo da gaveta.

É um cartão prático, é muito bom poder pagar a fatura sem a necessidade de esperar a fatura fechar. Os demais cartões não tem essa praticidade.

O limite é um assunto recorrente. Conheço muita gente sem renda com limite altíssimo. Mas cada um é cada um. Eu é que não vou mais estressar lendo respostas prontas cheios blá blá blá blá do roxinho.

Eles perderam uma excelente cliente. Nunca parcelei, sempre paguei rigorosamente em dia e o valor cheio, nunca possuí restrições no meu nome, meu score é de 900 no Serasa, Boa Vista Consumidor e SPC local .

Foi uma experiência boa apesar do estresse… talvez amanhã o Roxinho desça do pedestal e passe a tratar cada cliente de forma individual. Quanto ao 0800 … Nunca fui tão mal atendida.

Obrigada pela atenção ao meu primeiro e último post

1 Curtida

Todas as minhas contas são pagas em dia. Pago internet, telefone fixo, celular, água e luz em débito automático. Meu aluguel , escola, faculdade, pago uma vez por ano, assim consigo bons descontos e passo o ano despreocupada. Tenho uma ótima relação com o dinheiro.

Não foi a intenção… :confused:

Pelo Nubank ou outra instituição?

Cartão pré-pago?

Isso realmente é chato, mas faz parte do negócio, né? Até gerente de bancão, com quem vc pode conversar cara a cara, muitas vezes utiliza respostas robóticas, põe culpa no bendito sistema e tal… fora que tem “gerente e gerente”… como tem “atendente e atendente”. Entrei recentemente em contato com meu bancão, atendimento estilo fintech, pelo zapzap, para pleitear isenção da anuidade. Duas vezes. Na primeira vez, o atendente foi irredutível, insensível, pois o sistema apenas estava me liberando 50% de desconto. Pois bem, aceitei chateado… e retornei o contato 15 dias depois, com outro atendente e nova abordagem, novos argumentos. O sistema continuava com os mesmos 50%, mas o atendente da vez “lutou” e conseguiu a isenção. Moral da história… para o aumento de limite não é muito diferente. Às vezes só depende de paciência e da abordagem/argumentos corretos, além de uma pintada de sorte em ser atendido por alguém diligente, que acordou pra fazer acontecer…

Isso é muito bom mesmo, mas as coisas nem sempre acontecem como ou quando queremos q aconteçam. E vc não está só! Minha situação p. ex. é muito parecida com a sua, a maior diferença talvez seja na questão :paciência".

Meu bancão também ia perder se não me concedesse a isenção haha (ao menos acho eu… acordei com o ego bom kkkkk). Mas tive que ter um pouco de sorte, paciência e usar os argumentos certos, além de ameaçar trocá-lo definitivamente pela concorrência, é claro (mas fui sincero, não falei apenas por falar… eu tinha tudo planejado. Joga xadrez? Então, eu já sabia meus próximos dois lances a depender do posicionamento do banco…).

Realmente seria excelente e também espero por isso, mas é meio improvável, surreal, não? É como eu disse… nem bancão com suas legiões de gerentes conseguem isso. Pra ter um atendimento diferenciado a iniciativa, no nosso caso q somos meros mortais, tem q partir de nós, e eu tb já falei sobre isso: paciência (quando), abordagem (o que falar, com quem falar, como falar), e, claro, um tiquin de sorte.

Sinto lhe dizer, mas apesar do limite baixo do Roxinho, ele informa Deus gastos só Serasa, coisa que o Inter não faz, caso vc precise de mais limite o indicado são bancos físicos. Fica a dica!
Apesar de do limite do Inter ser maior ele não repassa seus gastos e seu score não aumenta :confused:

Outra informação é que, nesse ano que estamos passando pela COVID, pensando pelo lado do banco, é muito difícil deles liberarem limite, mesmo antecipando faturas e fazendo aquilo que todo mundo já sabe…
No começo do ano o Roxinho me liberou até um empréstimo de 5.000, assim que começou a Covid eles retiraram e entendo que o motivo do não aumento de limite pode ser esse tbm. Espero ter confortado vcs!

Eu sei. Eu sempre estouro o limite do roxinho e depois vou pro outro, O Nubank continua sendo meu preferido. :grin:

Também já comentei sobre isso. Também acho q quem tem urgência por limite mais alto normalmente deve passar pela papelada do bancão, pois é possível ficar cara a cara com um gerente e pleitear um atendimento “diferenciado” (e para um banco físico, com toda sua burocracia, deve ser mais tranquilo validar as informações do cliente, já que se tornam em tese menos suscetíveis à fraude).

Quanto ao Inter, não sei se procede essa de limite mais alto não, hein.

Se você quer uma resposta sincera, aqui vai: acho que sim, é por aí mesmo!

Não dá para viver em função de limite de crédito. Se eu tivesse R$ 100,00 de limite, que seriam utilizados como meio de pagamento/organização financeira E NÃO COMO COMPLEMENTO DE RENDA, eu gastaria o limite naturalmente da melhor forma que eu conseguisse encaixar no meu planejamento financeiro.

É certo que o uso do limite não é o único critério utilizado, antes da nuconta talvez até fosse mais relevante, pois o Nubank tinha menos info disponível sobre os clientes. No bancão seu limite é maior se vc utilizar a conta corrente… se vc ficar só com o cartão de crédito, o limite é menor, pois não concorre às linhas de crédito vinculadas à conta corrente (e o banco tem menos info de seu perfil).

O limite não está no cartão, mas no perfil do cliente. Então é por aí… resumindo, dá pra fazer muita coisa com um limite baixo, desde que o uso não seja para complementar a renda. A preocupação não deve ser em “quantos % do limite devo usar pra conseguir aumentá-lo?”, e sim, simplesmente, fazer um bom uso seja lá para o que for ou quanto for, conformr um bom plano financeiro.

No caso da colega autora do tópico, ela diz que gostaria de comprar um computador p/ trabalho. Bom, se ela juntasse o limite dela com o do sobrinho (que vale como se fosse uma única renda, pois como ela disse, ela paga o dele, que não tem emprego), ela conseguiria…

Vale dizer que o Nubank solicita que informemos a renda ao solicitar o cartão. Certamente alguém que nunca trabalhou, como a colega disse, precisou burlar essa informação… ou estou enganado?

Por fim, conheço gente que paga a fatura do parceiro, que não tem renda, e o parceiro tem quase 3x mais limite com direito a empréstimo pré-aprovado e tudo mais. Isso é mais comum do que parece.

Repito que vc não está sozinha, @Hellena.