Se eu fosse o governo, acabaria com as criptomoedas, diz CEO

Se eu fosse o governo, acabaria com as criptomoedas, diz CEO do JPMorgan.

Jamie Dimon criticou os criptoativos em audiência no Senado dos Estados Unidos.

O CEO do JPMorgan, Jamie Dimon, disse na quarta-feira (6) a legisladores dos Estados Unidos que acabaria com a indústria de criptomoedas se tivesse o poder deles.

“Se eu fosse o governo, fecharia tudo”, falou ele na audiência anual de supervisão de Wall Street do Comitê Bancário do Senado do país.

As observações somam-se à longa história de Dimon de atacar moedas digitais, que ele anteriormente chamou de “esquemas Ponzi” e “fraude”.

Seus comentários mais recentes seguem uma série de hacks e escândalos na indústria cripto, que tem estado sob crescente escrutínio dos reguladores e legisladores dos EUA desde o encerramento da FTX, a exchange de Sam Bankman-Fried.

Então, o que você acham dessa declaração!?

Matéria completa no link abaixo!

Fonte: InfoMoney (Se eu fosse o governo, acabaria com as criptomoedas, diz CEO do JPMorgan - InfoMoney)

6 curtidas

Se o governo quer proibir é pq é bom

7 curtidas

Criptoativos é o futuro. Vai ser tudo em blockchain e digitalizado. Acho que não tem mais volta.

4 curtidas

Essas declarações fariam sentido se grandes fraudes corporativas e esquemas ponzi fossem exclusividade do mercado cripto. Não são. O motivo dele é que muito dinheiro deve estar saindo dos grandes bancos e indo para o mercado cripto.

7 curtidas

Concordo kkk

3 curtidas

Tem criptos interessantes, com um belo projeto, a NCN é um exemplo. Mas também há muita fraude e estas serão como o motivo principal pra regular tudo. Engessamento total do mercado de criptoativos.

Estamos esquecendo de mencionar o DREX que logo estará circulando