Uma Breve História dos Empréstimos no Mundo - Parte 1

Oie galera, tudo bom?

Achamos legal trazer para vocês um textinho falando um pouco sobre a história dos empréstimos no mundo, essa será a parte 1, onde começaremos a falar sobre isso e em breve traremos mais curiosidades sobre esse tema.

Quando a gente pensa em empréstimos, logo em seguida vêm à mente juros, burocracia, e papeladas intermináveis, certo?
Nos acostumamos a ver isso em tantos lugares que acreditamos que isso é o normal, mas o interessante é que nem sempre foi assim. O empréstimo já teve várias formas e funções, e graças a ele diversos avanços na história humana foram possíveis.

Mas como surgiu o empréstimo?

catmoney

Para entender isso, vamos voltar no tempo, para em torno de 4.000 a.e.C.( antes da era comum ou antes de Cristo), quando os povos mesopotâmicos deixaram em seus registros de tabletes de argila ou materiais similares, diversos momentos da vida deles, como cultura, religião, política. Algo que vemos aqui também são descrições sobre empréstimos; agora imagina só a dificuldade que devia ser achar os dados, saber quem emprestou o que, pra quem? Honestamente, dado a demora que alguns bancos tradicionais têm para resolver problemas, parece que eles ainda vivem nesse período.

Suméria, região de Umma, onde hoje fica o Iraque. 5º ano do reinado de Amar-Sin. Tablete feito por volta de 2041 a.e.C.

A Mesopotâmia é uma região no Oriente Médio banhada por dois grandes rios, o Tigre e o Eufrates, e essa presença vai ser essencial para o desenvolvimento da região, afinal com rios pode se desenvolver agricultura, as pessoas podem se fixar no território, formar as primeiras cidades, que no futuro serão os primeiros reinos e impérios locais. Outra coisa que vai se desenvolver nessa região, como consequência de toda essa evolução humana é a escrita, que naquela época era feito por meio de traços, ou cunhas como as mostradas na imagem acima, e com elas sabemos mais sobre como esses povos viviam.

O empréstimo nesse período era algo bem simples, basicamente quem tinha bens excedentes poderiam emprestar eles e receber algo em troca, que poderia ser juros, ou bens materiais, e textos jurídicos da época como o Código de Hamurabi delimitavam algumas regras sobre o processo, como por exemplo qual a taxa de juros poderia ser cobrada em cada tipo de transação, e quando um contrato era encerrado, era necessário testemunhas para presenciar e confirmar o fato.

Dando um pequeno salto no tempo, vamos para as ilhas gregas, por volta de 400 a.e.C, lá veremos algumas novas variações de tipos de empréstimos, uma delas sendo por exemplo uma exigência de algum bem como garantia para a transação, ou seja quem emprestava os valores, exigia um bem material como propriedade, outros itens de valor como garantia, para assim terem certeza de que algum modo receberiam o pagamento.

Parthenon - Grécia aproximadamente 447 a.e.c.

Viajando ainda mais a frente no tempo para 321 a.e.C. vemos na Índia, um dos primeiros locais onde aparecem registros de uma casa de câmbio voltada para empréstimos, onde títulos eram registrados e trocados, mostrando um avanço em como essa estrutura vai se desenvolvendo, e suprindo necessidades regionais. Claro que eles ainda não eram como o Nubank, você precisava se deslocar até um local, e negociar para o que precisasse, imagina como deveriam ser as filas naquela época? Pelo menos não tinha porta giratória.

Os Templos de Khajurajo - Índia

Mas talvez esteja se perguntando, por que saber desses períodos é importante?
O que eles influenciam em como os empréstimos pessoais são?

A ideia por trás dessa série de postagens é mostrar como um processo tecnicamente simples, de dar dinheiro e receber dinheiro construiu civilizações, realizou descobertas, e mudou a forma como lidamos com dinheiro. E não apenas isso, mas como o processo de empréstimo se modificou para atender demandas específicas de cada tempo.

O que antes era registrado por tabletes de argila, já foram também folhas de papel, e hoje são informações que se movimentam a velocidades impensáveis.

Mas aonde essa história vai parar?
Nas próximas semanas, vamos falar um pouco sobre idade média, seria ela a idade das trevas? Como as negociações ocorriam nesse período da nossa História?

Nos vemos em breve.

17 Curtidas

Muito legal, NuCommunity também é cultura. :man_student::man_student::man_student::man_student:

5 Curtidas

Nucommunyti, cultura pura

1 Curtida

Eu só de olho nas fotos desses lugares incríveis !

2 Curtidas

O cartão, você já tem, o empréstimo, é só contratar, pois, já está disponível pra vc também. Falta o quê para conhecer esses ‘lugares incríveis’? :joy::joy::joy:

2 Curtidas

Coragem :joy:

2 Curtidas

Uma aula é uma aula! :hugs::heart_eyes::purple_heart:

1 Curtida