Receber saldo após falecimento do titular

Olá,

Gostaria de saber se alguém pode me ajudar a resolver um problema.

Eu sou pai e meu filho, titular de uma conta na NuBank, infelizmente faleceu recentemente. Então entrei em contato com suporte para saber como iria proceder para transferir um dinheiro que se encontra na conta dele. Eu tenho acesso à conta mas não posso pois precisaria confirmar indentidade (impossível pois ele não está mais entre nós).

Nos documentos exigidos, tem um denominado: Comprovante de Herdeiro. Tal qual pode ser um testamento, alvará judicial ou escrituras públicas.

Expliquei, após várias vezes, que eu não tenho condições de conseguir tal documento (único que falta) pois precisaria ir à capital do meu Estado pois no fórum ou cartório de minha cidade, não estão fazendo isso.

O saldo é pouco mais de 1.000, e caso eu fosse à capital, iria ter um gasto mínimo de 500. Então não iria ter valido a pena tal esforço.

Então gostaria de saber se alguém sabe me dizer como obter esse tal documento de uma forma menos desgastante? Perguntei isso a eles e não tive um norte. Apenas as mesmas coisas que haviam me dito. Até cogitei a possibilidade de ligar para falar por voz e comprovar que sou o Pai. Mas sem sucesso!

Então espero que alguém possa me ajudar. Como proceder nesse caso.

Obg

Imagino que seu filho não tenha deixado testamento (hoje em dia quase ninguém deixa mais), então realmente o alvará judicial seria necessário.

Você pode tentar localizar a defensoria pública na sua cidade ou numa cidade mais próxima, assim não será necessário seu deslocamento até a capital.

Em qual estado você reside e qual a cidade? Posso tentar consultar qual a unidade defensorial mais próxima.

Meus pêsames pelo seu filho, que ele tenha paz no descanso eterno :pensive::pray:t2:

16 Curtidas

:clap::clap::clap:

São atitudes super shofiboll como essa, que me fazem pensar que nem tudo está perdido e o mundo ainda tem solução.

7 Curtidas

Obrigado por responder. Nesse caso, a defensoria pública iria agilizar como nesse processo? Lembrando que é um saldo de pouco mais de 1.000, é um valor relativamente pouco. Moro em São Domingos do Capim, PARÁ.

Você vai levar todos os documentos e meios de prova para demonstrar ser herdeiro do seu filho, da existência da conta e do valor depositado nela.

Como os processos judiciais são virtuais, indo na Defensoria você tem dar entrada nessa Ação de Alvará Judicial sem precisar se deslocar até lá. Depois de protocolada você recebe um número e uma senha para acompanhar o processo pela internet, sem necessidade de deslocamento até a capital.

Quando ocorre com bancos tradicionais, geralmente o herdeiro precisa se dirigir até uma agência para sacar o dinheiro. Num banco digital não sei dizer ao certo qual o procedimento, o Defensor vai te ajudar e orientar nesse sentido. É como um advogado, pago pelo Estado àqueles que não tem como custear uma defesa.

8 Curtidas

NÚCLEO REGIONAL DO GUAMÁ (Antiga 2a Regional)
Sede: CASTANHAL
Endereço: Rua Hernane Lameira, 536, Centro, Castanhal - Pa, CEP: 68.740-008
Contato: (91)3721-2044/3721-3250
E-mail institucional da secretaria: secretaria.guama@defensoria.pa.gov.br

MUNICÍPIOS QUE COMPÕEM A REGIONAL: Castanhal, Bujaru, Colares, Curuça, Igarapé-Açu, inhangapi, Magalhães Barata, Maracanã, arapanim,Santo Antônio do Tauá, São Caetano de Odivelas, São Domingos do Capim, São Francisco do Pará, São João da Ponta, Terra Alta, Vigia

Sua cidade é atendida por essa regional da Defensoria, que fica em Castanhal. Entre em contato telefônico com eles na semana e veja como está sendo feito o atendimento, se é remoto, por videoconferência ou presencial.

11 Curtidas

Procedimento mais provável
Inicialmente os passos são os mesmos, a diferença é a ausência de agencia, assim a validação dos documentos é feita pela instituição pelos canais indicados e após o valor creditado na conta indicada pela autoridade competente e na ausência desta informação a pessoa autorizada resgatar os valores pode indicar a conta para crédito.

3 Curtidas