Ao invés de empréstimo, usar CREDITO para Transferências

A nubank deveria começar a fazer transferencia entre contas mas ao inves de ser Debito, aceitar essa função no credito e cobrar a taxa de 1% por valor liquido da transferência. por exemplo… eu preciso pagar algum amigo, mas não estou com dinheiro agora, eu vou e transfiro o valor para o meu amigo e o valor fica no histórico do credito para o pagamento. seria SHOOOOOOOW!!!

5 Curtidas

Olá @Diogenes_Cadengue, seja bem-vindo! A ideia é ótima para o cliente, mas ruim para o Nubank. Já pensou no por que o Nubank disponibiliza a função empréstimo só para uma parcela de clientes?


Inadimplência cresce 1,6% em outubro, apontam CNDL e SPC …

4 Curtidas

Seja bem-vindo @Diogenes_Cadengue essa não é a ideia do nubank. Já imaginou você oferecer seu dinheiro para pessoas que nem conhece ou não sabe o histórico de pagamentos dela . Poise seria frustrante e com certeza iria gerar prejuízos .por mais que seja você o devedor

1 Curtida

Inicialmente a ideia é boa, mas pode trazer problemas.
Um usuário pode transferir um valor do seu limite para um amigo e este amigo transfere para outra conta ou saca o valor e entrega para quem originou a transferência.
2 soluções para implementação.

1 - Definir um limite mensal em quantidade e valor de transferência, restrito apenas para contas de clientes, com taxa baixa.
Ex, 30% do limite de saque e 2 transferências

2 permitir o uso do limite de saque para transferências sem limite de quantidades, porem praticando as mesmas taxas/tarifas do saque com cartão de credito

A idéia do @Diogenes_Cadengue é ótima.
Pelo menos para quem já tem a função empréstimos liberada já que a inadimplência cresce, como o você mesmo citou.
Se já tem função empréstimos liberada o risco para o Nubank seria o mesmo.

O risco como você falou é o mesmo da função de empréstimo, e funcionaria de forma semelhante, seria liberado apenas para alguns usuários, a diferença é a facilidade e a desmistificação. Por que no fim seria um empréstimo a diferença é que é para 1 mês ou o período de fechamento do cartão. retorno muito rapido para o cartão

A ideia no fim é mais desmistificar o empréstimo. as metricas para isso acontecer eu pensei em algo um pouco mais radical. por que a ideia não é emprestar R$1000 por exemplo, é pagar instantaneamente sua parte do restaurante ao seu amigo/familiar… etc, isso em 1% de juros seria liquidez incrível para o cartão, fora que não teria opção de dividir o valor, por exemplo, seu cartão fecha dia 4 você fez essa compra dia 3, você já vai pagar o valor nessa fatura

Mas a ideia no fim não é emprestar a todos, seria emprestar pequenos valores a pessoas que tem ótimos históricos, como foi falado aqui embaixo

Como estava explicando aos companheiros aqui embaixo, a ideia no fim favorece mais o cartão do que o usuário em si, seguiria mais na linha do empréstimo. "sendo liberado apenas para uma parcela de clientes " a desmistificação e a instantaneidade seria o principal motivo, seriam para pequenos valores, e com regras como, de 10 a 20% do limite do cartão, com quantidades fixas de transações por mês. a nubank tendo 10 milhões de clientes se 3 milhões tivessem acesso e cada um fizesse uma mini transação desta por mês de R$100 por exemplo, seriam 3 milhões/MÊS. obrigado pela atenção

1 Curtida

Blz Manos…
Mas essa parcela de clientes com bons históricos, já tem a função empréstimo disponível, o que lhes dá aceso tanto a pequenos quanto a grandes valores, sem comprometer o limite do cartão, então isso seria irrelevantes pra eles, entende?

Essa idéia me fez lembrar o infame cheque especial! Vish, Armaria Mainha, Nam :scream: