Banco do Brasil. Duvida

Verdade, mas vale ressaltar que o valor da fatura não é tudo. De nada adianta gastar uma pequena fortuna todo mês com a fatura, acumular muitos pontos e não trocá-los por algo de utilidade pessoal. Na tabela de tarifas do BB há a discriminação de todos os serviços inclusos em cada uma das modalidades de cartões, que no fundo não passam de um “clube por assinatura”. Ter um cartão black/infinity, por exemplo, e não fazer uso dos bereguedês que eles oferecem como salas vip, concierge, seguros, etc., é jogar dinheiro fora, ainda mais quando é possível ter o mesmo limite com a assinatura de outro “clube de benefícios”, ou de nenhum. Acho que apenas em casos bem específicos os pontos compensam, e é preciso uma análise bem apurada. No Rewards do roxinho essa análise é bem simplória, basta saber se o gasto mensal está acima ou abaixo de 1.6k. No caso de um gold, platinum ou infinity do BB muitas outras variáveis devem ser levadas em consideração (quanto maior a modalidade, mais variáveis a ponderar). Só na ponta do lápis para realmente saber se o negócio é válido.

Essa possibilidade de podermos ponderar sobre os benefícios (leia-se: serviços inclusos pela assinatura do clube), e não sobre o limite, me agrada bastante no BB. Eu teria ficado muito ressentido se precisasse abrir mão de parte de meu limite por eventualmente querer mudar de clube ou simplesmente optar por nenhum. Seria tipo uma venda casada vincular o limite aos serviços ofertados pelos “clubes”.

1 Curtida

Concordo. É necessário sentar e calcular todas as variáveis para saber se determinada modalidade de cartão vale a pena.

2 Curtidas

Nossa e mesmo valeu pela dica vou fazer assim :heart_eyes::heart_eyes::heart_eyes:

Certíssimo :clap::clap::clap::clap:

Obrigado pela dica já resolvi não cancelar mais ainda bem que vim aqui tirar minha dúvida pq se não tinha cancelado.

2 Curtidas