Consigo sacar usando o cartão de crédito em uma emergência?

Opa, bom saber! Obrigado por explicar certinho essa mudança! :smile:

Mas entendo que é uma função a ser usada só em casos de emergência mesmo, pois há incidência de juros!

Ótima pergunta! Também quero saber.

9 Likes

VAAAAALA-ME já tavam na hora mesmo de fazer um ajuste pra melhor neste processo de sacar um pouco do limite do cartão, obrigado pela decisão @PedroB & Equipe em geral do roxinho! :smiling_face_with_three_hearts: :purple_heart: :sparkling_heart:

2 Likes

Só faltou mencionar que os 5% eram gratuitos e agora incidirão juros maiores que do cheque especial.
É lamentável que o Nubank anuncie isso como algo bom.
Me faz lembrar do caso no filme Erin Brockvich, onde a empresa contaminava a população e ainda dizia que a substância tóxica fazia bem pra saúde.

Erin B

7 Likes

É do limite total, como sempre foi.

Que bom

Qual parte? Poder sacar até 10% a mais do limite, ou pagar 9,75% a.m de taxa?

4 Likes

Concordo e discordo do @lualmeida @LuckPass:

  • Concordância: O juros estão altos e não compensam se o uso for indiscriminado.

  • Discordância: Observem o título: “Consigo sacar usando o cartão de crédito em uma emergência?” O nome do serviço é saque emergencial do cartão de crédito. Em uma emergência o serviço pode ser muito útil e salvar de um perrengue. Não concordo que seja um serviço inútil ou datado. Um dos motivos para o juros altos possivelmente, seja justamente coibir as pessoas de usar tal serviço de maneira descontrolada.

Mesmo tendo planejamento e bom senso, imprevistos podem ocorrer…

tumblr_inline_pbdfj9vX3w1qgcvsy_500

4 Likes

Poderia dar um exemplo?

Você está sem dinheiro físico e o serviço que for usar, não aceita cartões (isso acontece muito principalmente em viagens ou cidades interioranas).

Sair com pouco dinheiro de casa ou nada em conta e precisar para pagar algum serviço que não aceita o uso de cartões.

Você causa dano à alguém, está sem dinheiro físico na rua para ressarcir a pessoa no momento.

As possibilidades são infinitas e imprevisíveis.

Anexo mais informações a respeito do serviço “saque EMERGENCIAL”:

“Vale lembrar que, por ser uma espécie de empréstimo, você está usando um dinheiro que não existe em sua conta, por isso haverá tarifa de saque e juros.”

Fonte: Internet

Claramente, pelo tom do texto, a Nubank tendo como porta-voz o @PedroB não quis incentivar o uso do serviço, apenas informar e atualizar seus clientes sobre esse produto. Vai de cada um escolher usar ou não.

1 Like

Isso não é imprevisto, é falta de dinheiro.

Isso também é falta de dinheiro.

Érr… falta de dinheiro?

Bom, se a pessoa sai sem dinheiro, não há imprevisto nenhum caso ela precise…

de dinheiro :man_shrugging:t2:

Em todos os casos o problema teria sido resolvido com uma transferência bancária/pix. Em todos esses casos não temos nenhum imprevisto acontecendo, mas desorganização financeira (confiar 100% no limite do cartão pra tudo). Isso é básico, não precisa ter o melhor planejamento do mundo para prever esse tipo de situação.

Como assim? Informar sobre um produto sem informar detalhes relevantes como o preço?

Apelativo isso aqui. Da mesma forma que vc considera que o Nubank:

… ninguém aqui está falando pra não usarem o serviço. A intenção é:

… pois usa quem quer, né? :man_shrugging:t2:

Enfim, ainda estamos carentes de um exemplo que justifique o uso do serviço.

É serio? Que vai usar esse argumento como contraponto?

Justamente em viagens, por segurança, não leve tanto dinheiro físico e uma hora pode acabar. Usarei um imprevisto então, um fenômeno da natureza. Você está tranquilo aproveitando uma viagem no interior da Bahia, começa a chover muito forte, você precisa pegar um táxi, mas lembra que não tem maquineta no táxi dessa região e está sem dinheiro físico, sua saída? Usar o saque emergencial. Não acredito que me fez contar uma histórinha por que se recusa a usar sua imaginação apenas para me contrapor a todo custo.

Nem todos tem conta em bancos e se estiver sem internet (outro imprevisto) não consegue fazer isso.

O modo que apontou quer evidenciar que quem utilizar o serviço não tem planejamento e nem bom senso, já disse e repito, até os mais inteligentes e perspicazes não estão imunes à imprevistos.

Exatamente. A pessoa deve se informar antes de contratar qualquer tipo de serviço, mas caso use, isso não define se a pessoa tem ou não bom senso. :wink: :+1:t2:

1 Like

Não sabia que na Bahia os táxis não têm maquineta…

Não seria nelhor sacar da conta? Não, né? Pra quê se dá pra pagar aquela taxa… :+1:

Vou te contar um segredo. Em banco grande isso tem outro nome: limite para saque. Não é tão chamativo como o “saque emergencial”. Mas pelo menos utilizaram um nome mais sensato. Você já deu 4 exemplos de situações que na sua cabeça exigiriam o uso do saque emergencial, mas em nenhum deles houve imprevisto ou emergência. Apenas…

Batendo de novo na tecla da obviedade e fugindo do assunto central?

Nada. Bom senso quem tem é quem defende a todo custo uma linha de crédito que 11 em 10 economistas, contadores e educadores financeiros aconselhariam a seus clientes deixarem de usar. Exceto em situações que realmente justifiquem o uso. Todavia, quanto a isso vc já deu 4 exemplos e foram o mesmo que nada. Tem mais algum argumento em defesa do saque do limite do cartão? Sou todo ouvidos. Quem sabe vc me convence a sacar do limite amanhã…

Não, o nome é Saque na Função Crédito, conforme consta no contrato do Nubank ou de qualquer outro emissor de cartão de crédito.
Saque Emergencial é um benefício oferecido pela bandeira no caso de perda do cartão durante uma viagem.

Mas o ponto é: saque na função crédito era gratuito e agora não é mais.

1 Like

Na minha opinião o “emergencial” é bastante pessoal. O que pra mim pode ser uma situação que justifique o saque, sem problemas! O alerta do Pedro é justamente esse: use-o se for realmente necessário (independente do motivo), pois haverá juros. :relaxed:

Já tive que usar em algumas situações de viagem ao exterior.

6 Likes

Cada cabeça, um mundo. Os pontos que levantei são objetivamente relacionados ao aspecto financeiro. Há outros aspectos a considerar; como você mesmo disse, o “emergencial” é pessoal, mas daí entraríamos numa discussão bastante subjetiva. Não duvidaria que alguém argumentasse a favor do aumento das taxas do saque na função crédito justificando o pagamento proposital de maiores juros como uma forma de apoio a seu banco favorito. Isso é pessoal e é respeitável. Mas não é racional — financeiramente falando, é claro.

cartoon-6-9-web

Primeiro, prefiro não citar o Pedro porque minhas críticas não são direcionadas a ele. Ele está apenas cumprindo seu trabalho (literalmente). Digo isso isento de qualquer juízo de valor, apenas como uma constatação objetiva.

Segundo, mas não em ordem de importância, pergunto: como um eventual uso do saque na função crédito poderia ter sido realmente necessário sem que houvesse um bom motivo? A partir daqui, certamente teríamos que subjetivizar novamente a discussão.

Esse era um exemplo que eu esperava do @PauloSuzuki. Como se trata de uma dinâmica diferente envolvendo câmbio e tals, poderia haver alguma justificativa objetiva, financeira. Nos exemplos que ele deu, sinceramente não vi sentido. Não digo isso como se estivesse o julgando; apenas me permiti que o contrário tentasse me convencer, convencimento que não ocorreu.

Se a pessoa pode escolher entre sacar sem pagar taxas (de sua própria conta) e sacar pela função crédito (após essa mudança, com juros superiores ao do cheque especial), não faz sentido optar pela segunda alternativa. Se ela não tem dinheiro na própria conta para sacar, é porque está sem dinheiro e ponto, é fato (no caso, qualquer coisa poderá ser uma emergência :man_shrugging:t2:). Isso foi o que cansei de repetir ao rebater o @PauloSuzuki. Por esse raciocínio (e excetuando o caso da viagem internacional), o “emergencial”, sob uma ótica objetiva, só se justifica na falta de recursos. E nessa falta, há opções de crédito muito mais acessíveis que o saque na função crédito.

Todo esse discurso e nem uso eu faço dessa linha (logo, não sou um “hater” que usava bastante o serviço e agora ficou bravo por causa do aumento abrupto dos juros). Em meu outro cartão tenho um limite de saque na função crédito 4x maior que meu limite total do roxinho, e se eu porventura passar por uma emergência certamente não seria esse o empréstimo que tomaria (até o empréstimo pessoal pré-aprovado, que já tem taxas altas, consegue ser melhor).

Mesmo quem tem uma taxa de juros a 1,6% a.m. (que pode parecer pouco à primeira vista), ainda é importante observar que estamos falando de cerca de 1.000% do CDI. Pouca coisa?

Enfim, o intuito aqui era apenas alertar para o outro lado da moeda — o que fica à sombra do marketing.
(esses aqui embaixo…)

1 Like

Esse foi o meu ponto. É pessoal. :laughing: O tópico é informativo. Pra mim é indiferente o questionamento sobre a taxa de juros, se faz sentido ou não, depende de cada um.

5 Likes

É isso. Há quem não se importe em pagar taxas, juros e impostos. Tem também quem paga sem saber. Vai da pessoa. Ampliar a discussão sobre isso não faz mal a ninguém e cada um segue gastando do jeito que quiser, usando ou deixando de usar os serviços financeiros que lhe convém.

Questionar a taxa de juros é direito de qualquer consumidor de serviço financeiro. A instituição não pode nem deve se sentir ofendida por isso. Mas chega de fazer papel de bobo aqui. Não usava o saque na função crédito e agora com esse aumento de preço é que não usaria mesmo.

Mas cada um segue usando quando quiser, puder, achar necessário ou não. Sim, é pessoal. :sweat_smile:

Eu tenho uma rotina financeira, que sim envolve saque e sim saco do limite pois o valor atendia minhas necessidades, vale ressaltar ERA GRATUITO algo que não foi citado por @PedroB.

Gerencio apenas a Nuconta, como credito e debito, mesmo tendo conta em outro banco. Tenho (ou tinha antes da pandemia) o meio de transporte variado, sendo carro o principal, ônibus e bicicleta. Utilizo o saque para pagar estacionamento no centro da cidade ja que em Curitiba é raro ver um estacionamento que aceite cartão, ou seja, tenho consciência disso, não é emergência é saque de rotina. Outra questão que em Curitiba os pontos adicionados no cartão transporte para uso em ônibus tem prazo de validade, o que para mim não se torna atrativo ter, pago ônibus em dinheiro, meus familiares tem uma chácara nas regiões metropolitanas, onde para chegar ao local é necessário passar pelo pedágio, no qual pago em dinheiro, já que para ter o sem parar tem mensalidade, portanto sacar dinheiro faz parte da minha rotina financeira.

O pix mal começou a funcionar, possivelmente não serão todos que irão aderir a primeiro momento. E esses setores como pedágio e transporte publico, e outros que só trabalham com dinheiro em espécie, irão aceitar o pix?

A maneira que rebateu os argumentos do @PauloSuzuki insistindo em cada linha a falta de dinheiro, não agrega a discussão! Esta excluindo diversos usuários que criaram através do Nubank uma rotina financeira, usuários que só utilizam apenas a Nuconta como conta corrente, que é o meu caso, e que agora terão de pagar R$6,50 por saque, e mesmo que realize um saque mensalmente, é um custo que não justifica ter a conta de debito, o que me faz afastar do serviço.

O banco Inter (cito aqui por ser um concorrente direto) e outros bancos, tem direito a 4 saques gratuitos, NÂO TENHO INTERESSE EM MIGRAR DE BANCO, mas gostaria de um saque mensal gratuito, onde realizar saque do limite, se ajustava a minha rotina financeira, que vou ter de adaptar novamente, ter uma conta só para saque.

2 Likes

Por que você sacava na função crédito? Porque não havia juros. OK. Lógico que era uma opção vantajosa consideranedo os R$ 6,50 do saque da conta, entretanto não foi para esse tipo de caso que drecionei o “falta de dinheiro”.

Como você mesmo disse, agora necessitas de uma conta só para saque, para evitar os R$ 6,50. Por que não continua sacando do limite? Ah. Porque você tem dinheiro, acertei? Então não descontextualize minhas falas.

Minha tese é a de que o saque na função crédito após a mudança, não quando era gratuito tal como você tentou colocar, só é justificável na falta de dinheiro. Se você tem dinheiro disponível pra sacar no débito, você não vai sacar no crédito para pagar altos juros. Você tentou desqualificar meus argumentos, mas apenas os provou. Boa sorte com sua nova conta. Mas se quiser pode continuar sacando no crédito também, com ou sem dinheiro.

2 Likes

Eu sinceramente odiei essa mudança kkkkk

Isso porque eu sempre usava esse saque-crédito para retirar pequenos valores e que na verdade já me era suficiente pro mês inteiro na maioria das vezes, visto que eu odeio dinheiro físico e só saco o necessário. Agora vou ser obrigado a ficar transferindo o dinheiro pra outra conta pra sacar… se pelo menos tirassem a taxa de 6,5% a.m. do saque normal.

Esse saque emergencial de até 15% pra mim não será nada útil, visto que os juros são absurdos. Se eu estiver tão necessitado assim, seria melhor fazer um empréstimo pessoal de uma parcela (no próprio Nubank), que o juros é beeem mais baixo (1,58% vs 9,75% pra pegar R$ 500,00) e que eu ainda posso jogar o pagamento uns dois meses a frente.

4 Likes