Estou desperdiciando minha vida?

by @Quariano

Essa é uma pergunta que muitas pessoas se fazem em algum momento de suas vidas. Pode ser desencadeada por uma sensação de insatisfação, tédio ou falta de propósito. Se você está se perguntando se está desperdiçando sua vida, saiba que não está sozinho. Muitas pessoas lutam com esse sentimento.

A verdade é que não existe uma resposta única para essa pergunta. O que é um desperdício de vida para uma pessoa pode não ser para outra. Em última análise, cabe a cada indivíduo decidir o que é importante para ele e como deseja viver sua vida.

No entanto, existem algumas coisas que você pode considerar ao refletir sobre essa questão. Você está vivendo de acordo com seus valores? Você está perseguindo seus sonhos? Você está fazendo algo que ama? Você está fazendo a diferença no mundo?

Se você não conseguir responder sim a essas perguntas, talvez seja hora de reavaliar sua vida e fazer algumas mudanças. Isso não significa que você precisa abandonar tudo e começar do zero. Pode significar simplesmente fazer pequenos ajustes que o aproximem de uma vida mais significativa e gratificante.

Lembre-se, você só tem uma vida para viver. Não a desperdice fazendo algo que não ama. Encontre sua paixão, persiga seus sonhos e viva uma vida que valha a pena ser vivida.

  • Viver no piloto automático: Acordar, comer, trabalhar, dormir. Repetir. É esta a sinfonia da sua existência?

Viver no piloto automático é como navegar pela vida de olhos fechados. Você se move pela rotina diária sem questionar, sem buscar significado ou paixão. É uma existência vazia, que o deixa se sentindo vazio e insatisfeito.

  • Afogar-se no passado: Ancorar-se a rancores e arrependimentos é como carregar uma âncora que o afunda na miséria.

Apegar-se ao passado é como carregar um peso morto. Isso o impede de avançar e crescer. Os rancores e arrependimentos o acorrentam, roubando sua alegria e paz. É essencial deixar o passado ir e perdoar, tanto a si mesmo quanto aos outros.

  • Temer o futuro: Viver na ansiedade do que pode acontecer rouba a felicidade do presente.

A ansiedade pelo futuro pode paralisá-lo. Isso o impede de correr riscos e aproveitar o momento presente. É importante lembrar que você não pode controlar o futuro. Concentre-se no presente e faça o melhor que puder.

  • Comparar-se com os outros: Medir seu valor pela régua dos outros o transforma em um escravo da aprovação alheia. Seja o autor da sua própria história!

Comparar-se com os outros é um jogo perdido. Sempre haverá alguém mais rico, mais bem-sucedido ou mais bonito que você. Concentre-se em sua própria jornada e em se tornar a melhor versão de si mesmo.

  • Encaixotar-se na rotina: Fazer a mesma coisa repetidamente o transforma em um esquilo em sua roda. Quebre o padrão e explore o desconhecido!

A rotina pode ser confortável, mas também pode ser sufocante. Saia da sua zona de conforto e experimente coisas novas. Explore interesses diferentes, conheça novas pessoas e viaje para novos lugares.

  • Acumular em vez de viver: Apegar-se a posses materiais o afasta das verdadeiras riquezas: experiências, amor e risadas.

O materialismo é uma armadilha. Isso o faz acreditar que você precisa de coisas para ser feliz. Na realidade, as verdadeiras riquezas são as experiências que você compartilha com seus entes queridos, o amor que você dá e recebe e o riso que preenche sua vida.

  • Negar seus sonhos: Apagar a chama de seus anseios o transforma em um fantasma de si mesmo.

Negar seus sonhos é negar a si mesmo. Seus sonhos lhe dão propósito e direção. Não os ignore. Persiga-os com paixão e determinação.

  • Deixar-se vencer pelo medo: O medo é um dragão de papel que só ganha vida se você lhe der poder. Enfrente-o e verá que ele se desfaz!

O medo é uma ilusão. É um obstáculo que o impede de alcançar seu potencial. Não deixe que o medo o controle. Enfrente-o de frente e verá que ele não é tão poderoso quanto parece.

  • Adiar a felicidade: Pensar que a felicidade chegará depois rouba a alegria do agora. A felicidade é um caminho, não um destino!

A felicidade não é algo que se encontra no fim do arco-íris. É uma jornada que você desfruta a cada passo do caminho. Não espere que as circunstâncias sejam perfeitas para ser feliz. Encontre alegria nas pequenas coisas e aprecie cada momento.

  • Rodear-se de toxicidade: Pessoas negativas são como vampiros que drenam sua energia.

Pessoas tóxicas são venenosas para o seu bem-estar. Elas o derrubam, criticam e fazem você se sentir mal consigo mesmo. Afaste-se das pessoas tóxicas e cerque-se de pessoas positivas que o apoiam e inspiram.

  • Não perdoar: O rancor é um veneno que o adoece por dentro. Perdoe e liberte seu coração!

Perdoar não é esquecer o que alguém fez com você. É deixar ir o ressentimento e a amargura. O perdão o liberta do passado e permite que você siga em frente com sua vida.

  • Viver sem propósito: Vaguear sem rumo como um barco à deriva. Encontre seu norte e navegue com paixão!

Viver sem propósito é como vagar pelo deserto. Você não tem direção nem sentido. Encontre o que o apaixona e faça disso o propósito de sua vida.

  • Esquecer de agradecer: A gratidão é a chave para a abundância. Agradeça pelo que você tem e verá como a vida sorri para você!

A gratidão é uma atitude poderosa. Ela o ajuda a apreciar as coisas boas da sua vida e a atrair mais coisas boas. Reserve um tempo todos os dias para agradecer pelas coisas que você tem, grandes e pequenas.

29 curtidas

Excelente artigo @Quariano .
É importante ter propósitos que facam sentido na nossa vida. E as vezes o simples fato de ajudar outras pessoas pode ser bem revigorante.
Obrigado por compartilhar.

14 curtidas

Um exercício mental muito bacana pra reflexão, obrigado por trazer este tópico pra gente. :purple_heart:

15 curtidas

E pra quem se sente dessa forma e acha que não tem com quem conversar, tente contato com o CVV (Centro de Valorização à Vida), tem atendimento por telefone, chat, etc, e há também a chance de ser um voluntário e ajudar outras pessoas :purple_heart:

29 curtidas

Parabéns pelo tópico.
Acredito que muitos dos valores ditos no artigo vem se perdendo com o tempo. Uma ótima reflexão

10 curtidas

Ótima recomendação @lorenatelles . É muito importante buscar ajuda, quando necessário. A @Helo_M trouxe ótimas sugestões também no tópico sobre saúde mental.

20 curtidas

Muito bom !!
Muitos estão vivendo dessa forma , acordando , trabalhando e dormindo tendo dessa forma uma fida sistemática ,cansativa e sem perspectiva de melhoras . Realmente precisamos nos ajustar a cada dia e não ter medo das mudanças.

5 curtidas

Sugiro que procure um profissional. Aqui, certamente não “resolverá”

5 curtidas

Ei @Quariano, muito obrigado por trazer este tópico. Assim como disse @lorenatelles, se alguém estiver lendo este tópico e precisar de ajuda, procure um profissional ou atendimento como o CVV. :handshake:

Aproveito para compartilhar este vídeo maravilhoso da geriatra e especialista em cuidados paliativos Ana Claudia Quintana Arantes, onde ela destaca alguns pontos muito importantes sobre o tempo e o que estamos fazendo com ele. Esse vídeo me dá um gás extra para viver; sempre assisto. E nada de esperar a sexta-feira chegar! :purple_heart:

24 curtidas

Nucommunity também é sobre isso. :handshake:
Obrigado pelo tópico @Quariano

12 curtidas

Agradeço pelo tópico @Quariano! Trouxe excelentes reflexões, vai ajudar muita gente.

14 curtidas

É bem-vindo uma reflexão sobre o nosso propósito, para a pessoa certa no momento exato uma palavra dessa ajudar a manter resiliência.

8 curtidas

Não consegui vir comentar aqui antes, mas obrigado por trazer esse artigo, é de muita valia e hoje pela manhã quando li já me ajudou muito no meu dia.

E obrigado por compartilhar esse vídeo incrível aqui Julian, nossa me trouxe muita coisa que vivi nesse último ano e principalmente nos últimos meses.

15 curtidas

É daqueles vídeos que a gente salva nos favoritos mesmo! :purple_heart:

12 curtidas

Obrigado por nos trazer esse momento de reflexão, @Quariano! :pray:t3:

12 curtidas

Para aqueles que se interessarem! :smiling_face: :pray:

Leitura comentada de Lúcia Helena Galvão Vale a pena conferir.

5 curtidas

O Caibalion oferece uma estrutura interessante para entender o universo através dos sete princípios herméticos. Esses princípios proporcionam uma visão integrada e simbólica da realidade que pode ser espiritualmente enriquecedora.

Só faço um adendo de que a interpretação desses princípios deve ser feita com cuidado, evitando simplificações excessivas e pseudocientíficas. Não sou um profundo conhecedor, mas a crítica mais comum, pelo que acompanhei, é que, embora os princípios ofereçam insights profundos, sua aplicação prática e verificabilidade científica podem ser limitadas.

5 curtidas

Verdade @ClaudioSilvaDigital , e assim como tudo esta diretamente dependente da interpretração e das referências que temos para absorver, o hermetismo e o caibalion não fogem disso. O mais importante é agir com amor, compaixão e comprometimento, não é verdade?
Você já ouviu falar de Krishnamurti, ele tem bons fundamentos também para somar dentro desse contexto. Essa conversa com o Dr. Allan W. Anderson é bem interessante, apesar de serem vários capítulos.

3 curtidas

Sim sempre. A medida do amor é amar sem medidas (Sto Agostinho)

6 curtidas

Assim é! :pray: :palms_up_together: :heart:

2 curtidas