Investimentos x Pandemia

Vamos falar de investimentos, compartilhar dicas para ajudar uns aos outros com bons investimentos e direções nesse tempo difícil.

2 Curtidas

Também estava pensando sobre:

  • Bolsa de valores está Instável, requer muita experiência para não fazer besteira nesse momento e até analistas estão com receio.

  • Criptomoedas: Não tive boa experiencia, ainda acho que é mais ariscado do que aplicar na bolsa.

  • Tesouro direto? Longe de IPCA.

Talvez para quem não é arrojado nos investimentos, pré-fixado e fazer o colchãozinho na conta do nosso roxinho.

Para os arrojados…Opções binárias? Não seria muito o estilo de investimento…mas para quem manja de análise técnica, é uma brincadeira promissora.

E particularmente, prefiro pré-fixado antes de CDB, LCI ou LCA ou até mesmo fundos.

Não vamos esquecer do Warren também, é uma opção interessante :slight_smile:

Esse Warren não conheço, sim até quem conhece da bolsa e dos mercados não está aplicando tanto, precisa ter um conhecimento bom, e a bolsa de valores não é um retorno rápido como pensam, a não ser que seja day trade, eu também opto pelos pré fixados, taxas de 12% ao ano 10% que seja já é melhor que poupança, quem pode nesse momento o ideal é poupar, não gastar mesmo, não trocar de carro, não comprar aparelhos eletrônicos caros, fazer uma reserva até para quando o mercado voltar ter dinheiro para investir e fazer mais dinheiro.

Não só nesse tempo difícil, mas em qualquer tempo, não podemos falar de investimentos se não seguirmos o princípio básico das finanças pessoais: reserva de emergência.

A reserva de emergência deve estar em uma aplicação conservadora e com liquidez imediata. Com isso você acaba abrindo mão de ativos com rentabilidade mais atraente, mas o objetivo da reserva não é rendimento, é segurança. Com isso as opções mais interessantes são CDBs/RDBs com liquidez diária, fundos DI com resgate D+0 e Tesouro SELIC. Particularmente prefiro os CDBs/RDBs porque os fundos, por mais conservadores que sejam, sempre possuem risco de apresentar rentabilidade negativa.

Passado o primeiro ponto podemos falar de investimentos em busca de maior rentabilidade. Nesse tempo difícil, acho que até os mais arrojados devem buscar um caminho conservador porque não sabemos até quando essa situação permanecerá e até onde seremos levados.

Eu gosto de papéis atrelados à inflação, tipo Tesouro IPCA, mas se aplicar neles hoje é pensando em deixar vencer, se for pensar no curto e médio prazo, acho que eles ainda estarão oscilando muito.

Para o curto prazo eu iria de pré-fixado mesmo (se encontrasse algum com boa rentabilidade e vencimento curto) ou os mesmos papéis conservadores da reserva de emergência. Até março, antes do Brasil mergulhar nessa situação do coronavírus, o BTG Digital estava oferencendo LCIs com vencimento de 3 meses, pagando 102%, mas com liquidez apenas no vencimento. Lembrando que as LCIs não têm pagamento de imposto de renda. Não sei se eles ainda estão negociando esses papéis.

1 Curtida