Dê boas vindas a Renda Extra! 💰 – Parte 01

Enfim, Dezembro chegou! :santa:t2: :gift: :christmas_tree:

O mês das festas, dos reencontros (quando estes forem possíveis), das confraternizações e de descanso também, pois ninguém é de ferro, não é mesmo? Bem, é verdade que esse será um final de ano diferente dos demais, assim como os meses anteriores foram diferentes de qualquer outro que já tenhamos vivido.

O ano de 2020 foi atípico e conturbado, muitos de nós tivemos de nos adaptar a novas realidades e desafios. Chegou também o momento de refletir tudo que enfrentamos e conquistamos ao longos dos últimos 12 meses, mas não basta refletir o passado, precisamos também prospectar como será (ou como queremos que seja) o futuro. Ainda não sabemos o que 2021 nos reserva, mas acredito que a melhor maneira de assegurar um ano tranquilo é com bastante preparação :muscle:t2: e planejamento :books:.

Roupa parada é dinheiro perdido, você sabia disso? :tshirt: :jeans: :womans_clothes: :dress:

Nesse momento de pandemia e isolamento social, muitas profissionais ficaram em casa, trabalhando no regime de home office ou teletrabalho, algumas empresas e instituições até mesmo decidiram adotar esse modelo de forma permanente. Então vamos ser honestos: você tem trabalhado de pijama, chinela Havaianas e com cara de sono, não é mesmo? Salvo durante as reuniões por videoconferência (que você só se arruma da cintura para cima, não adianta negar), não estamos usando boa parte das peças sociais. Por quê não transformá-los em dinheiro na conta?

Existem dezenas de brechós online que recolhem as peças, fazem o trabalho de precificação, divulgação e entrega. No final do processo, vocês dividem os lucros meio a meio. Uma forma fácil e rápida de conseguir um dinheirinho extra com seus desapegos, além de fazer a moda circular. Quer potencializar seus ganhos? Basta você mesmo se encarregar da venda, tire umas fotos bacanas das suas roupas (vale até dar uma de modelo por um dia) e divulgue no Instagram, Facebook, grupos de amigos do Whatsapp. Sabe aquela blusa/calça que não entra mais depois dos quilinhos que você ganhou durante a quarentena (sim, estamos todos juntos nessa, irmão)? Então, hora de fazer ela virar dinheiro vivo!

Quem faz a distribuição de energia elétrica no seu Estado? :zap:

A ENEL, responsável pela distribuição no estado do Ceará, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo possui um programa de sustentabilidade chamado ​Ecoenel, que oferece desconto na conta de energia para os clientes residenciais que entregam materiais recicláveis (papel, plástico, metal, vidro e embalagens TetraPak) nos pontos de coleta espalhados pela área de concessão da Enel Distribuição. Os principais benefícios do projeto são a redução do custo da fatura de energia e a destinação correta dos resíduos sólidos recicláveis.

Para fazer jus a esse desconto, basta ir a um dos postos de coleta portando uma fatura de energia, se cadastrar e receber um cartão de adesão. A partir daí você pode juntar materiais recicláveis e levar para os postos para que sejam pesados e calculados de acordo com o valor praticado no mercado, que varia pelo tipo de resíduo. O participante recebe um comprovante do bônus e o desconto será aplicado na próxima conta de energia.

Seu amor por doguinhos pode te render algum dinheiro! :dog2: :walking_man:t2:
Fala pra mim, tem coisa mais gostosa que uma lambida no rosto e um rabinho abanando na sua direção? Você, assim como eu, não pode ver um cachorro na rua que se estende as mãos para acariciar e brincar? Ou então morre de vontade de ter um cachorro, mas não pode cuidar de um por conta da falta de espaço? Se você disse ‘sim’ para qualquer uma dessas perguntas, saiba que é possível trazer um cãozinho (ou vários) para dentro da sua rotina e ainda ganhar algum dinheiro com isso.

A DogHero é uma empresa brasileira que opera uma plataforma online que conecta donos de cachorros a pessoas que oferecem serviço de Hospedagem (você ganha dinheiro trabalhando em casa ao hospedar cãezinhos enquanto a família viaja), Passeios (seja um passeador e atenda na sua região, nos seus horários) ou Creche (ideal para loucos por cachorro que podem cuidar durante os dias da semana, devolvendo o animal no final do dia). Você escolhe a modalidade em que prefere atuar, escolhe os dias e horários conforme sua disponibilidade e a empresa se responsabiliza pelo pagamento e pelo marketing, fazendo com que o cliente e o prestador de serviço se encontrem e tenham aquele match!

A média de pagamento para passeadores é de R$ 15 a R$ 35, enquanto anfitriões podem receber de R$ 30 a R$ 65 por uma diária de hospedagem, acumulando o valor pelo tempo de serviço solicitado (lembrando que tais valores vão variar de acordo com a cidade e região).

E vou encerrando por aqui, para não me alongar demais. Essa é a primeira parte de uma série de dicas que pretendo compartilhar aqui na Comunidade sobre esse assunto. Agora fala pra mim, você gostou das ideias? Já conheciam alguma delas? Pretende colocar alguma em prática? :thinking:

Se você conhecer outras formas de fazer renda extra, compartilha com a gente, vamos adorar debater e aprender mais sobre esse assunto :wink: :purple_heart:

38 Curtidas

Me identifiquei! :raised_back_of_hand:
Maaaas, vou começar a mudar essa realidade, com as caminhadas. Claro que, em locais que não são movimentados (tem um ótimo aqui perto, por ser interior, é bem mais fácil).

A Ecoenel eu já sou parceiro do programa. É ótimo, porque me garante vantagens e ainda me destina um lugar adequado para o que não vou mais utilizar. :facepunch:

Ansioso para as próximas dicas.

6 Curtidas

Que tópico maravilhoso @Vittoria_Cunha! Parabéns pelo texto e pela iniciativa! :clap:

Eu fiz isso aqui em casa nos últimos meses com alguns itens que estavam parados, como uma TV num quarto que ninguém assistia, uma chuteira que nunca entrou em campo por causa da pandemia, algumas Melissas do Teodoro que ficaram pequenas e um jump que compramos achando que íamos nos exercitar em casa! Ledo engano! :sweat_smile:

Como adoro fotografar tirei umas fotos bem legais dos produtos e anunciei. Além de conseguir vender rapidinho ainda ensinei algumas pessoas a usar o Pix! :sweat_smile:

Algumas fotos que tirei:

Que legal, nem fazia ideia que isso existia!

Uma pena que esse serviço não está disponível na minha região. :cry:

7 Curtidas

Todos estamos passando por essa fase :cry:

Eu sigo firme e forte nas caminhadas e no Pilates, mas algumas peças realmente vão ficar sem uso por conta do teletrabalho. Preferi transformá-las em dinheiro e direcionar para alguns investimentos.

Exatamente!! Mesmo quando o desconto não é grande, só de estarmos dando a destinação correta já é um baita incentivo.

Pode deixar que nos próximos dias posto a segunda parte desse tópico e deixo o link aqui!

Um erro comum e recorrente hahaha

Eu comprei uma corda de pular a uns anos. Hoje em dia ela faz companhia às minhas bolsas no cabide :joy:

Mas é a melhor coisa, principalmente para você que tem criança pequena em casa. As roupas e sapatos geralmente se perdem antes de desgastar, então já dá para vender e renovar o guarda roupa do pequeno :wink:

Eu também acho super bacana, pena que o projeto não seja muito divulgado nem esteja disponível em todas as localidades. Mas outras empresas também recebem materiais reciclados para dar a destinação correta, como a rede de supermercados Pão de Açúcar.

6 Curtidas

MEU DEUS, QUE POST INCRÍVEL! Sempre fazendo um trabalho incrível, Vittoria :heart:

8 Curtidas

Quanta dica boa! E olha, uma renda extra sempre é bem-vinda mesmo!

Também gosto do Pet Anjo, como mais uma alternativa pra quem optar cuidar de pets gostosos, doar amor e ainda ganhar dinheiro! E olha só: quem quiser oferecer algum serviço online como freelancer tem o VINTECONTO, passa lá pra conhecer! :blush:

8 Curtidas

Não conhecia esse Pet Anjo, mas pelo que pude ver tem mais ou menos a mesma pegada do Dog Hero. Mais uma boa opção para quem gosta de animais e quer aproveitar essa disposição para ganhar algum dinheiro com isso!

Outra opção que também não conhecia! O trabalhando de freelancer é ótimo para quem tem a vida um pouco mais atribulada e quer definir seus horários. Adorei as dicas :purple_heart:

4 Curtidas

Passarei essa dica à diante.

4 Curtidas

Boa @Paulinha_R_Cardoso_B! Suas finanças e o planeta agradecem :wink::earth_americas::recycle:

2 Curtidas

Caramba, viajei nas possibilidades do DogHero.
Shofiboll @Vittoria_Cunha :clap::clap::clap::clap::clap::clap:
Pena que pra mim só dá pra gastar dinheiro com ele em vez de ganhar.:slightly_frowning_face:
Mas vamos falar das minhas aventuras com renda extra.

Minha primeira tentativa foi como garçom gorjeteiro de domingos e feriados, alguém sabe o que é um garçom gorjeteiro?
Dava pra ganhar um bom trocado, na época, mas era necessário ter paciência pra aceitar pequenas perdas de vez em quando, dos clientes que davam o pitu na gente.
Não passei muito tempo, pq pra ganhar dinheiro, era necessário atender muitos clientes simultaneamente e isso elevava a probabilidade de tomar um pitu e também tornava o trabalho, extremamente estressante sem falar do cansasso físico, pois no dia seguinte eu não podia descansar, pq tinha o meu trabalho formal pra dar conta.

Minha segunda tentativa, em conjunto com minha esposa, foi fazer picolé de bolsa pra vender em casa. Foi uma boa ideia, mas depois de algum tempo, percebia que estávamos tendo mais despesas do que receitas, pq eu meu filho chupavamos os picolés quase tudo. :joy::joy::joy::joy:

Terceira tentativa, foi uma sacada de mestre da minha esposa, morávamos numa localidade, onde na época só uns 10% dos moradores tinham PC e nenhum deles tinhá impresora en casa. Comprei um PC+impressora 3 em 1 e começamos ganhar um extra, com serviços computacionais e de impressão, venda de material escolar, aviamentos e alguns apetrechos infantis femininos.
Essa tentativa foi a mais duradoura e findou-se com popularização dos PC,s mas foi uma experiência ótima.

Quarta tentativa, fornecimento de serviços de manutenção elétrica industrial, residencial e manutenção em PCs, essa fase acabou com o advento dos notebooks e também pelos riscos inerentes as atividades com elétricidade. Tambem nessa época, eu senti a necessidade de buscar aperfeiçoamento profissional, isso foi outro fato que contribuiu.
Aí nesse caminho da busca pela ampliação do conhecimento, acabei entrendo na universidade e fiquei sem tempo nenhum pra pensar em renda extra, até concluir o curso.

Quinta e atual tentativa, nesta estou há quase 2 anos, e confesso que ela está sendo de longe, muito longe, a melhor de todas:
O mundo dos Investimentos.

7 Curtidas

:open_mouth:

1 Curtida

Parabéns @Vittoria_Cunha! Obrigada por compartilhar essas dicas com a gente! <3

A Enel pode ser horrorosa em resolver problemas de queda de energia, mas pelo menos aqui na cidade implementaram vários pontos de coleta pra esse programa, inclusive perto aqui de casa :tada:

Se não fosse meu cachorro carente e ciumento, passearia com vários doguinhos, até de graça mesmo :rofl:

7 Curtidas

A minha renda extra vem de algo que pra mim é mais do que apenas um meio de ganhar dinheiro, é quase uma terapia e uma experiência social, pois envolve uma atividade que eu adoro que é andar de moto, e também conhecer pessoas dos mais variados tipos, trabalho aos fins de semana como motoboy :motor_scooter:, como alguns amigos aqui da comunidade bem sabem.
Comecei um pouco antes da pandemia, e na época eu tinha apenas uma moto, a mesma que eu utilizava para minha viagens e afins, com o aumento da demanda nas entregas de comida na pandemia aliada ao bom retorno financeiro que eu estava tendo com minha renda extra resolvi investir em mais uma moto, menos potente porém mais econômica, fazendo assim com que meus lucros só aumentassem já que o consumo de combustível seria bem menor e o gasto com a manutenção também. Pra vocês terem uma ideia eu compro quatro pneus para minha moto menor com o mesmo valor que compraria um da moto maior. :moneybag:
Obviamente é um trabalho de risco, onde se faz necessário ter boa noção de direção defensiva e conhecer bem a cidade e seu trânsito, eu nesse período sofri dois acidentes, nenhum deles grave felizmente, tive apenas danos materiais, e devo a isso o modo com que eu piloto.
Hoje trabalho com isso nas sextas, sábados e domingos, das 18 às 23 horas, transportando apenas lanches. Tive o gasto com a moto nova e a bag térmica pra trabalhar, e claro a gasolina e manutenção da moto, mas mesmo com tudo isso o valor que tiro mensalmente “limpo” somado ao meu trabalho convencional me ajudou a mesmo na pandemia realizar alguns planos que estavam apenas no papel.

Ps.: Lembrem-se de sempre ao pedir um delivery estar com o dinheiro do motoboy já separado, ou o cartão na mão, e de preferencia o telefone por perto, pra nós tempo é dinheiro, literalmente.

Ps2.: Que tópico perfeito @Vittoria_Cunha, ao contrário do meu serviço como motoboy dessa vez demorei pra chegar, mas ainda bem que mesmo “tarde” eu cheguei. :sweat_smile: :sweat_smile: :sweat_smile:

8 Curtidas

Vou lembrar disso toda vez que fazer os meus pedidos :see_no_evil:

5 Curtidas

Ótima escolha em pegar uma moto menor para trabalhar! Como pneu de moto maior é caro, meu Deus! :sweat_smile:

É isso aí, facilitem o trabalho dos entregadores!

E quando possível, dêem uma gorjetinha no app! :grinning_face_with_smiling_eyes:

6 Curtidas