Dicionário dos Investimentos

Olá comunidade, como vocês estão?

Ao entrar no mundo dos investimentos, nos deparamos com muitos termos e expressões que podem gerar dúvidas! Sabe aquelas palavrinhas difíceis?

Sim, é disso que estamos falando. Mas calma, é como sempre dizemos: investir não precisa ser um bicho de 7 cabeças. Inclusive, preparamos um mega dicionário descomplicando termos do mercado financeiro! Vem com a gente:

Liquidez

É a facilidade e rapidez para resgatar o investimento quando precisar. Quanto maior a liquidez, mais rápido você terá seu dinheiro de volta. Antes de investir, sempre olhe a liquidez para ver se está de acordo com o tempo dos seus objetivos, beleza? Sabe aquelas siglas D+0 ou D+1 que você encontra quando vai investir? É a liquidez!

Rentabilidade

Pense na rentabilidade como um retorno! Ela indica a valorização ou desvalorização do seu investimento. É uma porcentagem que indica o quanto você irá ganhar, ou seja, quanto seu investimento rendeu.

Renda fixa e renda variável

Na renda fixa, o investidor tem garantia de retorno sobre o valor aplicado no momento do vencimento. Já na renda variável não é possível saber quanto o dinheiro vai render. É um investimento de risco e com muito sobe e desce, no qual o investidor pode ganhar e perder dinheiro rapidamente.

Dividendos

Os dividendos são parte dos lucros de uma empresa que são distribuídos aos acionistas como remuneração. Cada acionista recebe com base na quantidade de ações que possui. Imagine como um bolo de aniversário onde cada convidado ganha o seu pedaço, beleza?

Bacen

É o Banco Central do Brasil. O órgão responsável pela supervisão do sistema financeiro nacional, além de garantir a estabilidade da economia, controlar a inflação, fiscalizar instituições financeiras e também controlar o mercado de crédito do país.

Day trade


É uma estratégia de comprar e vender ações no mesmo dia ou em um único pregão. Mas calma, esse tipo de operação de curtíssimo prazo é de alto risco, ok?

Home broker

É uma ferramenta online oferecida pela sua corretora. O home broker é usado para a compra e venda de ações e outros investimentos da Bolsa de Valores.

Debêntures

Mais alguém fica assim quando essa palavra aparece? :eyes:

Calma! Eu te explico. Debêntures são títulos de dívidas de empresas. Elas emitem os títulos como estratégia para aumentar capital ou até mesmo quitar dívidas. Ao investir em debêntures, o investidor empresta dinheiro para a empresa e recebe uma remuneração já definida no momento da aplicação.

Come-cotas


É um modelo de tributação de alguns fundos de investimentos. Em outras palavras, uma antecipação da cobrança do Imposto de Renda que acontece semestralmente. Vale ressaltar que no come-cotas, a cobrança é proporcional aos lucros daquele semestre.

E aí, tem alguma outra palavrinha que vocês querem descomplicar? Deixem nos comentários que a NuInvest volta com mais uma versão do dicionário de investimentos!

27 Likes

@Victoriaferreira, como sempre arrebentando nos conteúdos! Tá de parabéns! :clap:t3:

Eu iria gostar muito de um conteúdo que explicasse os diversos tipos de taxas cobradas pelas corretoras ou por outros órgãos/empresas nos investimentos, por exemplo, taxa de administração, taxa de corretagem, taxa de compra e venda de ações, taxa da B3 e por aí vai…

2 Likes

São tantas palavrinhas, que já tropecei em algumas no decorrer dessa vida de adulto.
Favoritando pra quando bater alguma dúvida, pois as informações estão claras e resumidas :wink:

ia pedir a taxa SELIC mas você mesma já explicou um dia desses.

2 Likes

Excelente tópico! Utilidade pública! :moneybag::heavy_dollar_sign::pound:

2 Likes