Golpe no Picpay pago com o cartão nu

Gostaria alguma orientação sobre meu caso, no mes de setembro acabe tomando um golpe em uma comprar que fiz pelo picpay mas paguei com o cartão de credito e 3 dias depois que percebi que era golpe solicitei para cancelar a compra com a nu e fiz o boletim, na qual me deu o credito de confiança e agora estou em analise de bandeira mas pelo o que li um pouco eu só ganhou se o lojista(golpista) devolver o dinheiro algo que eu sei que não vai aconteceu, teria algum coisa para se feita se houver a negação na analise ?

Creio não ser bem assim. Como você contestou a compra alegando golpe, o suposto golpista vai precisar comprovar que está tudo certo com a transação, isto é, que na verdade não se trata de golpe.

Sendo de fato um golpe, o golpista não terá como comprovar essa regularidade, logo você ganhará a disputa.

Na hipotese de não se tratar efetivamente de golpe, mas de simples desacordo comercial, é necessário tentar resolver o problema primeiro com o lojista.

7 Likes

Olá @Gyovane_Souzza !

Depende da situação, se o PicPay realizou a transferência dos valores como intermediador, você solicitando o estorno, o PicPay vai alegar a Mastercard que a operação solicitada foi realizada nos conformes, e devolverá para o Nubank a negativa do estorno.

O Nubank não é quem decide estornar ou não os valores, e sim a bandeira, a Mastercard.

Pelo que entendi, você não contratou um serviço diretamente com o PicPay, como Recarga, Compra de Giftcard, e etc, você contratou com um vendedor que usou a plataforma deles para receber os valores.

Acredito que a melhor forma de resolver isso é diretamente com o PicPay, você pode usar a plataforma consumidor.gov.br lá você se cadastra e abre uma reclamação contra o PicPay, anexe todas as provas possíveis, incluindo o B.O. e eles vão te responder, o atendimento lá é melhor do que o chat deles.

7 Likes

Talvez, não necessariamente. Isso não deveria ser comprovado para fins de resolução da disputa?

Tratando-se de um golpe, imagino que o PicPay não possa alegar conformidade, já que necessitaria contatar o vendedor para apurar os fatos e certamente chegaria à conclusão favorável ao consumidor (por exemplo, o vendedor não teria como comprovar a entrega da compra).

Não sei se é bem assim, mas imagino que seja.

1 Like

Exatamente. Se você comprou um produto ou um serviço, o vendedor precisa comprovar a entrega do produto (recibo da transportadora com o endereço do usuário, por exemplo) ou serviço.

Contestações tendem a quase sempre dar certo para o consumidor.

Com minha experiência em algumas contestações no nubank. Se o indício for evidente de fraude ou o código de defesa do consumidor estiver do seu lado e você tiver provas contundentes, a disputa fica a seu favor na bandeira, no caso a mastercard.

Faça uma solicitação diretamente no portal do procon, para um futuro processo administratjvo inicial.

Espero que seja como você disse no primeiro paragrafo porque depois de entrar em contato com a nubank, entrei com a Picpay para pedir essa solicitação e eles falaram que ia fala com o vendedor e em 7 dias iria responde e quando chegou a resposta foi que não conseguiu uma resposta dele e que a Picpay tirar sua responsabilidade falando que é um meio de pagamento e não uma plataforma de compra entre usuários - Essa foi uma resposta resumida que eles me deram via Procon

Exato, pode tentar o estorno pelo Nubank, mas tudo vai depender da Mastercard, ela quem decide, se não der certo só por meio judicial mesmo contra o PicPay.

1 Like