Idosos confusos com a tecnologia? Acho que não!

Fala, pessoal! Tudo bem?

O Dia das Mães está chegando e, para celebrar esta data tão especial, nós fizemos uma entrevista com duas Nubankers, cujas mães são fãs do Nubank de carteirinha e dão de 10 x 0 em muitos jovens quando o assunto é roxinho, app e tecnologia. :joy:

As mães de cada uma delas também participaram desse momento com a gente. :purple_heart:

Vou deixar as perguntas aqui no tópico e as respostas vocês pode conferir aqui embaixo, nos comentários!!! :eyes:

  1. Antes de mais nada, se apresentem aqui pra gente!

  2. A gente tem um canal no Nubank que chama “Fingimos ser mães/pais confusos com tecnologia”. Sua mãe seria a “confusa com tecnologia”, a “que finge estar confusa para não ter que ficar ensinando”, ou a “que ensina os filhos como usar o Tiktok”? (Pergunta para o Nubanker).

  3. Como você conheceu o Nubank? Foi através da sua filha, ou você já conhecia antes? (Pergunta para a mãe).

  4. Qual foi o momento chave em que você se identificou com o serviço/funcionalidade que você mais gosta no Nubank? (Pergunta para a mãe).

  5. Qual a função do app ou do Nubank no geral que você mais utiliza? Você já teve que ensinar sua filha, ou alguém a como mexer com o App do Nubank? Como foi? (Pergunta para a mãe).

  6. Nubanker, como é pra você ver a sua mãe utilizando os serviços da empresa onde você trabalha? Sente um orgulho, é engraçado, é estranho… Compartilhe aqui suas percepções com a gente! (Pergunta para o Nubanker).

  7. Para finalizar: vocês têm alguma história engraçada envolvendo o Nubank e a relação de vocês? Algo que queiram compartilhar ou alguma curiosidade? Esse momento é de vocês, fiquem à vontade!

24 Likes

Eu sou a Thati, Nubanker desde 2019, sou Xpeer e faço os atendimentos dos clientes aqui no Nu. Sou filha da Cristiane, que usa mais a conta do que eu, está sempre antenada no insta do Nubank e sempre compartilha as notícias, só falta escrever “é onde minha filha trabalha” hahaha.

13 Likes

Eu sou a Giovanna, Nubanker desde 2017 e hoje trabalho como Analista de RH. Além disso, também sou filha da Rosa, uma mãe absolutamente incrível, fã do David Velez e que compartilha todas as notícias do Nubank nas redes sociais!

13 Likes

Com certeza a que finge, várias vezes já peguei minha mãe falando com outras pessoas e ensinando-as como usar a conta, como tudo é grátis e rápido, às vezes me faz umas perguntas, mas eu já fico de olho porque sei que ela sabe fazer sozinha.

12 Likes

A minha mãe com certeza é a que finge estar confusa para não ter que ficar ensinando. Ela é muito esperta e tira de letra todas as funcionalidades do app, e entra para pedir ajuda nos canais de atendimento quando está com alguma dúvida. O Nubank trouxe muita independência para a vida financeira dela. Ela sempre diz que o app é tão intuitivo que nem precisa explicar as funcionalidades, e eu assino embaixo!

11 Likes

Eu conheci o Nubank através de um amigo da minha filha, ele comentou de um banco que era mais para os jovens, “uma conta no celular”. Depois, com a minha filha, eu fui entender melhor e logo abri a minha conta, óbvio! Achei estranho como as coisas aconteciam tão rápido, mas logo fui adorando!

11 Likes

Eu conheci o Nubank através da minha filha, que se mudou para São Paulo para trabalhar em um banco roxo que eu até então desconhecia. Foi amor à primeira vista, ou melhor dizendo, a primeira transação. Eu confesso que comecei a usar por causa dela, mas o que me fez continuar a ser cliente até hoje é a ótima qualidade dos produtos e a atenção do pessoal do atendimento. É uma experiência indescritível.

11 Likes

Nossa, tiveram alguns momentos, fiquei impressionada de abrir uma conta em 3 minutos, estava quase pagando para ver se era verdade mesmo, e era! Me identifiquei com a função guardar dinheiro e ficar observando cada movimentação e, depois que eu me familiarizei, eu achei aquilo o máximo, de olhar no porquinho e ver meu dinheiro guardado lá e rendendo!

9 Likes

O Nubank foi o meu primeiro cartão de crédito, já com 50 e poucos anos. Eu sempre deixei muito as minhas finanças na mão do meu marido, pai da Giovanna, muito pela complexidade que era gerir uma conta de um banco tradicional. Então, eu me identifiquei a partir do momento em que eu tive o primeiro cartão de crédito em meu nome, e a partir daí comecei a usar outras funcionalidades - como a conta do Nubank.

12 Likes

Como eu sou autônoma e recebo os valores dos meus clientes nesta conta, eu uso bastante a função de transferências e com isso não largo o histórico de movimentações dentro do app. Já tive que ensinar minha mãe a utilizar o aplicativo e uma paciente minha para fazer as transferências para mim. Também orientei um paciente meu a como abrir a conta e descobrir mais sobre as funcionalidades da conta.

9 Likes

Com certeza a funcionalidade que eu mais utilizo são as transferências, pois como eu trabalho informalmente em casa, eu consigo fornecer para os meus clientes a facilidade de me mandar um PIX e receber o meu dinheiro na hora. Antes disso, eu tinha que lidar muito com dinheiro físico, e isso me deixava muito perdida. Mas também utilizo muito o meu cartão de crédito. Hoje já consigo gerir 100% da minha vida financeira com o Nubank.

9 Likes

É muito gratificante. Hoje eu trabalho no squad de conta do Nubank, então ver que ela usa todos os dias a conta me enche de orgulho. Saber que eu faço parte diretamente do controle financeiro da pessoa mais importante da minha vida me deixa muito feliz, e saber que ela confia em mim e que passa isso para os familiares e colegas me faz ver que estamos fazendo algo grande e bom para todos!

9 Likes

Eu sinto muito orgulho de ver a minha mãe utilizando os serviços do Nubank, pois a história dela está diretamente conectada com a missão do Nubank como empresa de lutar contra a complexidade para empoderar as pessoas. Perceber que estamos impactando a vida de pessoas como a minha mãe é muito importante para mim.
E é exatamente nesses momentos que a gente percebe que nossos clientes não estão tão distantes - são nossas mães, tios, primos e avós.

9 Likes

Foi quando minha mãe pediu para eu ensinar ela a guardar o dinheiro em um lugar que ninguém conseguisse ver, foi quando eu falei para ela que tinha a opção do “olhinho”, que aí, quando ela abrisse o aplicativo, ninguém iria ver o saldo que ela tinha. Funcionou super bem! Era para ser uma conta escondida e hoje eu uso mais ela do que a de outro banco que tenho há mais de 20 anos.

9 Likes

Minha mãe aprendeu a comprar com o cartão virtual on-line durante a pandemia, e agora ela compra tudo online: agulha de costura, linha… tudo mesmo! Até flores (a preferida dela é Orquídea). O momento mais engraçado foi quando chegaram três entregadores juntos em casa ao mesmo tempo. Eu dei muita risada, porque ela ficou com muita vergonha de ter comprado tanto hahahaha.

9 Likes