Você se considera um consumidor consciente?

Boa tarde, comunidade! Como vocês estão? :smiley:

Vocês se consideram consumidores conscientes? :thinking:

Isso pode significar:

  • Comprar com planejamento e somente o necessário;
  • Ter ações que impactam positivamente o mundo, como separar o lixo para reciclagem e usar menos o carro;
  • Ler o rótulo de produtos antes de comprá-los;
  • Comprar somente de empresas que sejam socialmente responsáveis.

Contem aqui nos comentários quais dessas (ou outras) ações vocês têm no dia a dia e por que se preocupam com isso.

Estamos reunindo histórias para um post no blog do Nubank – e você pode aparecer por lá! :grin:

29 Curtidas

Eu costumo pesquisar bastante antes de comprar coisas de maior valor. Vejo vídeos, leio resenhas e tento testar o produto para ver qual se encaixa melhor na minha necessidade. Com o modelo decidido, verifico nas lojas físicas e online as que oferecem melhores condições e preço.

Creio que fazendo isso eu diminuo bastante as chances de uma compra por impulso!

Além disso eu tento fazer o máximo de coisas possíveis a pé, pois trabalho em uma região central. Assim eu economizo combustível e ainda faço um exercício leve.

Eu também mudei recentemente para um lugar maior e tomei como hábito separar o lixo reciclável. Eu estou achando legal, pois me dá a sensação que, pelo menos uma parte do lixo que eu gero está sendo reaproveitada. Não é muito, mas já é um começo para fazer a minha parte :wink:

8 Curtidas

Confesso que compro com planejamento e sempre penso em ações positivas, mas ainda peco muito em não ler rótulo de produtos ou pesquisar sobre as empresas.

Quanto a diminuir o uso do carro: bom, moro em uma cidade pequena em que é fácil fazer tudo a pé.

5 Curtidas

Sim, só tenho 1 único cartão de crédito que é o meu roxinho, com um ótimo limite mas compro tudo com planejamento.
Tenho um limite de gastos com ele mensal, parte do salário que sobra vai pra investimentos na bolsa de valores e/ou bitcoins.
O dinheiro precisa trabalhar por nós também, não só a gente por ele!
<3

6 Curtidas

Um pouco

1 Curtida

Sempre! Planejamento é a chave. E sempre faço a famosa pergunta: preciso mesmo? Via de regra, demoro para comprar, exatamente por avaliar impacto antes.

Separar o lixo sim! Minha cidade tem coleta reciclável e meu bairro passou por um projeto pioneiro que até os recicláveis eram organizados, por dia: 2a feira era metal e vidro, 4a feira eram plásticos, isopor e tetrapack e 6a feira era papel. Os demais dias, lixo orgânico. Eu achei excelente e me adaptei facilmente, ficando tão arraigada a prática que quando ia a churrascos em outros lugares, ficava tentado a fazer a mesma coisa.
Quanto a carro, fica mais caro ir de ônibus ao trabalho que de carro, na minha realidade. Quase o dobro. Gostaria muito de usar transporte público com mais frequencia, mas o incentivo é sempre ao carro. talvez até o meio do ano eu tenha opção de bicicleta…

Nem sempre. Se não houver alguma questão de saúde direta, não olho. Mas o fato é que consumo pouco produto industrializado, enlatado, etc.

Se souber, sim. Mas não pesquiso muito antes. O único boicote que faço abertamente são produtos de anunciantes de programas tipo BBB (desde que eu soube que Omo patrocina, nunca mais comprei) e outros.

4 Curtidas

Costumo fazer uma pesquisa bem tensa antes de comprar, e não gasto além do meu ganho então sou consumidor consciente

3 Curtidas

Sim, sou uma consumidora consciente, minhas compras são bem pensadas e planejadas. Pesquiso tudo, busco o máximo de informações sobre os produtos e serviços que desejo adquirir, assim como sua procedência e fornecedores. Minhas ações são bem equilibradas em relação ao uso do meu carro, até porque o combustível não é nada barato no Brasil. Leio rótulos sim, fico indignada quando sou burlada pelos outros, imagina por minha falta de atenção.

3 Curtidas

Positivo. :+1:

2 Curtidas

Antigamente eu comprava muito mesmo por impulso. Hoje, normalmente quando vejo algo que quero (seja um peça de roupa ou decoração pra casa, até mesmo algum alimento fora da minha lista de compras) procuro esperar um tempo para fazer a compra, normalmente até o próximo mês. Se a vontade permanece, ainda penso naquele objeto ou vejo a utilidade dele no dia a dia, então compro.
Antes de comprar, sempre penso: preciso mesmo disso? Posso pagar por isso? Vou causar qual tipo de impacto (financeiro, ambiental, etc) com essa compra?
Tem funcionado bastante pra mim. Hoje, me considero consciente, uns tempos atrás definitivamente não :joy: é uma questão de adaptação, acredito.

3 Curtidas

Olha posso dizer que já fui mais educado financeiramente rsrs. Tô estrapolando um pouco, mas hj já comecei a cortar gastos bobos, como assinaturas de streamings/jogos etc… Acho que o mais importante é vc dar valor ao seu dinheiro, esbanjar algo que vc não tem é besteira. Ter consciência de algo que vc está investindo, evitando gastos desnecessário acima do seu orçamento. Educar financeiramente é o melhor investimento!

2 Curtidas

Me considero um consumidor consciente, Embora de vez em quando, gastamos mas do que o planejado, nada que não possa ser resolvido. :innocent: :innocent: :money_mouth_face:

2 Curtidas

Hoje em dia, sim. Aprendi a ver/querer alguma coisa e esperar uns dias pra ter certeza de que QUERO, POSSO e PRECISO. Era compradora compulsiva, morria de arrependimento depois da maioria das compras, pagava na força do ódio de mim mesma, kkkkkkk. Fico tão feliz, comigo mesma, quando vejo q deixei de comprar certas coisas :blush:

2 Curtidas

Bastante porém queria comprar um item caro e dividir em várias parcelas mas como o limite é baixo não compro e fico triste … Quero comprar outro telefone mas n posso !:pensive:

1 Curtida

Me considero sim

1 Curtida

Estou tentando!
Não só como consumidor, mas também como investidor.

  • Separar o lixo é algo que pratico há anos, mesmo quando ainda não havia coleta seletiva no meu bairro.
  • Faturas e contas de consumo, somente digitais. Minha caixa de correspondência é um deserto.
  • Produtos eletrônicos, eu pesquiso no site do fabricante e baixo o manual antes mesmo de decidir pela compra.
  • Ao trocar meu carro por um novo, optei pelo mais barato e econômico e só abasteço com etanol.
  • Como investidor, descarto empresas que não sejam sócio e ambientalmente responsáveis. Da mesma forma, procuro sempre por papéis que, além do retorno financeiro, também tragam algum benefício social.
  • Algo em que costumo falhar miseravelmente é no supermercado: sempre esqueço de levar uma ecobag :disappointed_relieved:. Aliás, essa que eu trouxe da Austrália é muito interessante: a rede te fornece uma nova gratuitamente caso ela seja danificada.

Enfim, é um exercício diário que exige disciplina e foco. Se cada um fizer a sua parte, creio que poderemos ter esperança de um mundo melhor para as futuras gerações.

5 Curtidas

Muito bom, pessoal! Obrigado pela participação. :smiley:

De fato consumo consciente tem de ser uma preocupação de todos nós!

Fizemos um post lá no blog do Nubank com os depoimentos de alguns de vocês! :grin:

7 Curtidas

Atualmente estou no meu primeiro emprego, e estou realmente focada em me planejar e organizar, procurando sempre gastar o mínimo possível, até mesmo o meu interesse pela nubank surgiu pelo rendimento da nuconta, não pretendo ter um cartão de crédito tão cedo, sei o tamanho da dor de cabeça que um pode causar, ainda mais para quem está começando a se estabilizar financeiramente. Acredito que estou gastando somente o necessário, então me considero uma consumidora consciente.

2 Curtidas

Sim,eu sempre calculo bem o que vou comprar,vejo se é o momento certo para tal, não gosto de comprar e fazer longas parcelas,no máximo duas,por isso planejo bem antes de comprar,e ler rótulo virou um vício,rs!pesquiso bastante antes de comprar

1 Curtida