Renda Fixa no Detalhe: CDB, LCI e LCA!

Um dos maiores desafios para o investidor iniciante é conhecer a dinâmica de operação de cada tipo de investimento. Na renda fixa, basicamente há títulos prefixados, pós-fixados e híbridos, mas há outros fatores que também impactam o rendimento dos papéis e podem prejudicar consideravelmente a evolução do patrimônio do investidor. :moneybag:

Para auxiliar os que estão começando, resolvi criar uma série de tópicos sobre o tema. O objetivo será demonstrar, além das definições básicas, as características mais importantes dos principais títulos de renda fixa disponíveis no mercado, focando nos aspectos práticos, vantagens, riscos e pontos importantes. Começaremos pelos títulos privados mais comuns e encerraremos com os títulos públicos do Tesouro Direto, visitando também o que há entre ambos. :scream:

Dúvidas, sugestões ou correções, basta deixar nos comentários!


CDB, LCI e LCA

O Certificado de Depósito Bancário é um dos instrumentos financeiros mais tradicionais do mercado brasileiro e o título de Renda Fixa mais adquirido pelo investidor pessoa física, segundo a B3. Instituído pela Lei Nº 4.728, de 14 de julho de 1965, o papel é também uma importante fonte de captação de recursos para as instituições financeiras.

A Letra de Crédito Imobiliário e a Letra de Crédito do Agronegócio são dois dos papéis mais procurados pelo investidor pessoa física e que mais cresceram nos últimos anos, principalmente por conta de sua isenção de Imposto de Renda para esse público. Enquanto a LCI representa uma fonte de recursos para o setor imobiliário, a LCA é utilizada para captar recursos para participantes da cadeia do agronegócio. Particularmente, estão entre os meus preferidos, pois, além de oferecerem boa rentabilidade, levam recursos para dois setores que tradicionalmente geram muitos empregos e contribuem para o crescimento da economia no geral.

As características gerais desses ativos são:

  • O emissor é uma instituição financeira.

  • Cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) até 250 mil por instituição e 1 milhão por CPF.

  • O CDB sofre cobrança de imposto de renda sobre os rendimentos definitivamente na fonte, conforme tabela regressiva:
    image

  • Para saber o rendimento líquido do CDB, basta deduzir a alíquota correspondente ao prazo da taxa informada na contratação.

  • A LCI e a LCA são isentas de Imposto de Renda

  • O risco do CDB está diretamente associado à solidez da instituição emissora.

  • Na LCI e na LCA o risco primário é da instituição emissora, seguido pelo lastro da operação. A dependência de lastro pode fazer com que a disponibilidade não seja regular.

  • Podem ser indexados a índices econômicos, prefixados ou híbridos, como veremos a seguir.

CDB, LCI ou LCA DI

  • A rentabilidade é definida em porcentagem do CDI ao ano (Ex.: 125% do CDI a.a.).

  • Para o exemplo dado, a taxa líquida de um CDB de 2 anos seria: 125 * 0,85 = 106,25% do CDI.

  • A taxa DI é definida diariamente pela B3 e normalmente equivale à taxa Selic diária.

  • O CDB pode ser oferecido no formato híbrido CDI + taxa prefixada (Ex.: CDI + 2,0% a.a.).

  • O resgate ocorre somente no vencimento automaticamente. Algumas instituições podem permitir o resgate antecipado, mas com perda total ou parcial dos rendimentos.

  • O prazo de vencimento é definido pelo emissor e pode ser de poucos meses ou vários anos. Na LCI e na LCA o prazo mínimo é de 90 dias.

  • Como o CDI sofre alteração juntamente com a variação da taxa Selic, a rentabilidade total no vencimento será uma média ponderada das taxas durante o prazo da aplicação, não sendo possível um cálculo preciso do valor a ser resgatado no vencimento.

  • O risco desses papéis, no aspecto da rentabilidade, está na capacidade do indexador vencer ou não a inflação e garantir um ganho real. Historicamente, o CDI costuma vencer a inflação no longo prazo, mas pode ficar abaixo do índice de preços em períodos específicos.

CDB DI Liquidez Diária

  • A rentabilidade ocorre como no CDB DI, porém, permite o resgate a qualquer momento em dias úteis, sem perda dos rendimentos.

  • Também pode ser oferecido no formato híbrido CDI + taxa prefixada.

  • Além do imposto de renda regressivo conforme o prazo, também sofre incidência de IOF se houver resgate antes de 30 dias, conforme tabela regressiva:
    image

  • O prazo de vencimento em anos pode ser escolhido pelo investidor em algumas instituições, mas, no geral, é definido pelo emissor entre 1 e 5 anos.

  • Por ter baixo risco e alta liquidez, é um dos ativos mais indicados para manter a Reserva Financeira, no entanto, como não costuma oferecer as melhores taxas, não é considerado uma boa opção para longo prazo ou construção de patrimônio.

  • Atualmente, 100% do CDI costuma ser a rentabilidade mínima aceitável para esse tipo de aplicação.

LCI ou LCA DI Liquidez após 90 Dias

  • A rentabilidade ocorre como nas DI, porém, após 90 dias , permite o resgate a qualquer momento em dias úteis, sem prejuízo da rentabilidade.

  • O prazo de vencimento é definido pelo emissor e costuma ser de 1 a 3 anos.

  • Por ter baixo risco e boa liquidez , pode ser uma opção para uma Reserva Financeira avançada, porém, é recomendável que o investidor já possua uma reserva com liquidez imediata antes de optar pelo papel com esse objetivo.

CDB, LCI ou LCA Prefixado

  • A rentabilidade é dada por uma taxa percentual fixa ao ano (Ex.: 10% a.a.).

  • Para o exemplo dado, a taxa líquida de um CDB de 1 ano seria: 10 * 0,825 = 8,25% a.a.

  • O resgate ocorre somente no vencimento automaticamente. Algumas instituições podem permitir o resgate antecipado, mas com perda total ou parcial dos rendimentos.

  • O prazo de vencimento é definido pelo emissor e pode ser de poucos meses ou vários anos. O mínimo é de 90 dias na LCI e na LCA.

  • Como a rentabilidade é fixa, é possível saber exatamente qual será o valor resgatado no vencimento.

  • No aspecto da rentabilidade, o risco desses ativos reside em sua capacidade de superar a inflação e obter um ganho real. Basicamente, é uma aposta contra o índice de preços, que, historicamente, pode sofrer elevações relevantes em períodos de turbulência econômica.

CDB, LCI ou LCA IPCA+

  • A rentabilidade é determinada pelo IPCA + taxa prefixada ao ano (Ex.: IPCA + 5% a.a.).

  • O Índice de Preços ao Consumidor Amplo é divulgado mensalmente pelo IBGE.

  • Para encontrar a taxa de rendimento total, é preciso utilizar a fórmula da soma de juros compostos: (1+IPCA)*(1+taxa)-1. No exemplo dado, se o IPCA corresponder a 5%, a taxa total será de 10,25% a.a.

  • Para o exemplo dado, a taxa líquida de um CDB de 6 meses seria: 10,25 * 0,8 = 8,2% a.a..

  • O resgate ocorre somente no vencimento automaticamente. Algumas instituições podem permitir o resgate antecipado, mas com perda total ou parcial dos rendimentos.

  • O prazo de vencimento é definido pelo emissor e pode ser de poucos meses ou vários anos. Na LCI e na LCA o prazo mínimo é de 12 meses.

  • Como não é possível projetar com precisão qual será o IPCA acumulado até o vencimento da aplicação, também não é possível saber qual será exatamente a rentabilidade total.

  • Quanto à rentabilidade, o CDB IPCA+ é um dos de menor risco, pois garante um ganho real acima da inflação na grande maioria das situações. Somente num cenário improvável de hiperinflação este ativo não entregaria um resultado satisfatório, pois o imposto de renda incide também sobre o IPCA, comprometendo o ganho real.

  • Já a LCI e a LCA IPCA+ são papéis de risco quase irrelevante nesse aspecto, pois garantem um ganho real fixo acima da inflação independente de qualquer situação ou cenário econômico.

LCI ou LCA IPCA+ com Juros Semestrais

  • A rentabilidade ocorre como nas IPCA+, no entanto, o rendimento correspondente à taxa fixa é resgatado semestralmente de forma automática, enquanto o principal segue sendo corrigido pelo IPCA.

  • O resgate do principal ocorre apenas no vencimento, podendo ser antecipado pela instituição a pedido do investidor, com a consequente perda parcial ou total da correção pelo índice de preços.

  • A referência para os pagamentos semestrais de juros será sempre a data de vencimento do título.

  • Num título oferecido com rentabilidade de IPCA + 6% a.a., por exemplo, o cupom semestral corresponderia a 2,96% do principal na data de pagamento.

  • É um título indicado para quem já está aposentado, pretende utilizar os cupons de juros como complementação de renda ou tem objetivos específicos para os recebimentos periódicos.

  • Como os cupons de juros recebidos antecipadamente comprometem o efeito dos juros compostos, não é uma boa opção para construção de patrimônio no longo prazo.

CDB’s menos comuns que costumam ser exclusivos de determinados emissores:

  • CDB Escalonado ou Progressivo : normalmente atrelados ao CDI e com liquidez diária ou mensal, a taxa aumenta conforme o tempo que os recursos permanecem investidos, atingindo a rentabilidade máxima apenas no vencimento. As demais características são semelhantes ao CDB DI Liquidez Diária.

  • CDB Duplo Index : no vencimento, oferece a melhor rentabilidade entre um indexador e uma taxa pré (Ex.: 110% do CDI ou 12% pré), seguindo as mesmas características do DI e Prefixado já citadas.

  • CDB Prazo Fechado : geralmente emitido por terceiros, o vencimento ocorre numa data específica independente da data de compra, e não num prazo cheio. Pode ser IPCA+, DI ou Prefixado.


Para saber mais:

No site da B3 é possível acessar informações técnicas, documentos e manuais desses ativos:


IMPORTANTE :

  • o tópico NÂO é uma recomendação de investimento.
  • Todo investimento possui algum grau de RISCO . Não tome qualquer decisão nesse aspecto sem conhecer todas as informações e os detalhes de cada aplicação.
32 Likes

@LuckPass, cara sensacional. Gratidão :pray:t5: enorme por compartilhar o seu conhecimento. :rocket: :rocket:

Sou investidor iniciante e amei o conteúdo.

12 Likes

@greg.morales1301, filhão olha só o que eu tentei te explicar mas me enrolei todo :joy: :joy:

O @LuckPass detalhou de uma forma bem legal!

Dá um lida e depois conversamos, te amo!

7 Likes

Excelente tópico @LuckPass :clap: ficou bem didático e fácil de entender.

7 Likes

Show, conteúdo bem explicativo e didático, o tópico ficou top, e aquele que não entende vale muito a pena da uma conferida. :clap:t5::fire::purple_heart:

6 Likes

Sensacional @LuckPass, muito obrigado por compartilhar! :clap:

7 Likes

Muito bom! Apenas agregou aos meus conhecimentos, muito obrigada pelas informações e principalmente por compartilhar!

8 Likes

Excelente tópico! @LuckPass brilha com esses assuntos de renda fixa.

6 Likes

Valeu folks! :blush:

Adicionei informações sobre LCI e LCA também, que possuem características bem semelhantes ao CDB, diferindo apenas pela isenção do imposto de renda.

9 Likes

@LuckPass explica bem direitinho mesmo!!
Vou dar uma lida e dps conversamos!! Te amo :rocket::rocket::rocket::clap::clap::clap:

4 Likes