A Renda Fixa morreu, mas passa bem! Melhores Opções! (09/20)

Vocês se lembram de Janeiro, quando ainda éramos jovens, a taxa Selic ostentava seus incríveis 4,50% e o IPCA acumulado alcançava expressivos 4,31%? De lá pra cá, muita coisa mudou. Após quedas sucessivas, a taxa Selic chegou nos inimagináveis 2,00% e o IPCA-15 perdeu força, atingindo modestos 2,28%. Esses números trouxeram-nos para uma situação um tanto insólita: para ter um rendimento líquido anual acima do índice de preços, um CDB precisará pagar, no mínimo, 148% do CDI. :money_with_wings:

Nesse cenário de incerteza imposto por uma pandemia :cold_sweat: e uma suposta morte decretada da renda fixa, os papéis prefixados se destacam como nunca. Já os pós-fixados, que acabaram recebendo um boost dos emissores, elevando suas taxas, perdem muito do seu desempenho devido a queda dos índices. Os híbridos, por sua vez, continuam mantendo sua regularidade característica.

Mas e a NuConta? Bom, a nova função Resgate Planejado certamente colocou a Conta do Nubank nessa corrida, mas ainda numa posição atrás de seus competidores. Esperamos que após os testes a função possa evoluir e taxas mais competitivas sejam disponibilizadas. :moneybag:

Seguem os gráficos comparativos do rendimento líquido e real de algumas das opções com melhor rentabilidade do mercado atual.

  • CDB Pre BMG 6 anos: 8,58% a.a.; IR Regressivo de 22,5% a 15,0%. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $100,00.
  • Debênture IPCA+ Light 2025 (Inter): IPCA + 4,25% a.a.; isenta de taxas e impostos. Cupom de juros anual e resgate apenas no vencimento. Mínimo $1069,07.
  • CDB IPCA+ BMG 6 anos: IPCA + 4,20% a.a.; IR Regressivo de 22,5% a 15,0%. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $100,00.
  • CRI IPCA+ Direcional 2024 (Inter): IPCA + 3,00% a.a.; isento de taxas e impostos. Cupom de juros semestral e resgate apenas no vencimento. Mínimo $1075,65.
  • TD Pre 2026: 6,40% a.a., IR Regressivo de 22,5% a 15,0%; taxa anual da B3 de 0,25% sobre o montante. Taxa contratada só é garantida no vencimento. Mínimo $30,00.
  • CDB Pre BMG 3 anos: 6,60% a.a.; IR Regressivo de 22,5% a 15,0%. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $100,00.
  • CDB IPCA+ Sofisa 4 anos: IPCA + 3,50% a.a., reaplicação no vencimento; IR Regressivo de 22,5% a 15,0%. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $100,00.
  • LCI Pre 1080 Inter: 4,41% a.a., isento de taxas e impostos. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $100,00.
  • LCI IPCA+ 5 anos Inter: IPCA + 1,86% a.a., isento de taxas e impostos. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $100,00.
  • TD IPCA+ 2026: IPCA + 2,34% a.a., IR Regressivo de 22,5% a 15,0%; taxa anual da B3 de 0,25% sobre o montante. Taxa contratada só é garantida no vencimento. Mínimo $30,00.
  • CDB DI+ BS2 5 anos: CDI + 2,00% a.a.; reaplicação no vencimento; IR Regressivo de 22,5% a 15,0%. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $1.000,00.
  • CDB DI+ BS2 4 anos: CDI + 1,80% a.a.; reaplicação no vencimento; IR Regressivo de 22,5% a 15,0%. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $1000,00.
  • CDB DI Sofisa 1 ano: 150% do CDI; reaplicação no vencimento; IR de 17,5%. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $1,00.
  • LCI DI Original 1082 (BS2): 116% do CDI; isento de taxas e impostos. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $10.000,00
  • LCA DI Sofisa 1 ano: 110% do CDI; isenta de taxas e impostos. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $1,00.
  • CDB DI BMG 2 anos: 130% do CDI; reaplicação no vencimento; IR Regressivo de 22,5% a 15,0%. Resgate apenas no vencimento. Mínimo $100,00.

  • Para cálculo do rendimento real, foi considerado o IPCA-15 acumulado atual de 2,28% a.a. de forma constante.

  • Cálculos realizados considerando resgate hipotético nos prazos especificados no gráfico.

  • A planilha utilizada para criar o gráfico pode ser baixada aqui.

  • IMPORTANTE: Todo investimento possui algum grau de RISCO. Não tome qualquer decisão nesse aspecto sem conhecer todas as informações e os detalhes de cada aplicação.

29 Curtidas

Acho legal esses tópicos comparando o rendimento e tals, mas realmente não consigo concordar que o Nubank está atrás da concorrência apenas por ter uma % de rendimento menor que os demais, pois a empresa nunca se preocupou em trazer grande leque de produto. O foco sempre foi fazer pouco, mas fazer com maestria, com produtos balanceados. A prova disso tá desde o seu lançamento, de pouco em pouco pegando o público inclusive que utilizava esses e outros bancos.

Abordei esse e outros pontos neste tópico:

Acharia interessante colocar o valor mínimo da aplicação, assim ajuda a ter uma comparação mais direta com o Resgate Planejado. BTG Pacutal, por exemplo, tem CDB que rende 150% da CDI com resgate em 12 meses. O que esquecem de dizer que a aplicação mínima é de R$ 2,000.00, algo que pode ser fora da realidade para muitas pessoas, e arrisco dizer que seria fora para a maior parte do público da Nubank.

6 Curtidas

Acredito que Nu poderia pensar en desenvolver produtos um pouco mais “arrojados” para que a gente que dispõe de uma reserva mais robusta poder fazer esse dinheiro girar. Hoje até o resgate planejado não me parece tão atrativo. O que ainda me faz manter minhas economias por aqui é a segurança e credibilidade que o banco me passam!

4 Curtidas

A comparação é objetiva. Não dá para quantificar fatores subjetivos.

Adicionarei todos os valores mínimos assim que possível.

4 Curtidas

Vem sendo pra mim uma boa reserva de emergência… Eu gosto do Nubank… E mexo com o dinheiro com facilidade…mas estou realmente tentado a transferir TD pra corretora… Não tenho tempo pra estudar muito os papéis… Mas… Tô ficando meio triste aqui.

1 Curtida

Pois bem, parando para pensar por esse lado, eu poderia dizer que o Nubank é um dos piores bancos, ou está muito atrás em tudo dos seus concorrentes. Digo, visto que oferece um limite menor, menor rendimento, menos produtos e menor em praticamente tudo aos outros bancos.

1 Curtida

De início, vale lembrar que o Nubank não é banco.
A rentabilidade do Resgate Planejado está no nível de bancos mais novos como RCI e C6 Bank.
Vale ressaltar também que, para oferecer boas taxas, a instituição precisa ter uma carteira de crédito consolidada, algo que o Nubank ainda está longe de poder ostentar.

1 Curtida

Exatamente, sei disso. Tanto é que mesmo assim tanto a empresa como seus produtos sempre são comparados aos bancos de longa data.

Parece-me natural que isso ocorra.
Quando a NuConta foi lançada, aplicações com liquidez diária e retabilidade de 100% do CDI eram inexistentes nos bancos tradicionais. Hoje há uma série de opções que se igualam e outras que superam com facilidade esse rendimento.

2 Curtidas

Me corrija se estiver errado, mas debêntures e CRI não tem a proteção do FGC, fica injusto comparar com os que tem.

Como já havia comentado, a comparação é objetiva. Nem de longe houve a pretensão e provavelmente nem seria possível que fosse justa, dadas as diversas diferenças de prazo, emissor, risco, etc. A idéia é apenas demonstrar as opções disponíveis, sem fazer qualquer juízo de valor ou recomendação.
Obviamente, maior rentabilidade sempre envolverá maior risco, por isso, cada investidor deve avaliar cuidadosamente todos os fatores, incluindo os subjetivos, antes de tomar qualquer decisão.

4 Curtidas

Sou apenas um entusiasta em economia, não tenho qualquer formação na área nem nada, mas procuro ler bastante a respeito, no entanto tem uma coisa que eu não entendo e se alguém se dispor a explicar eu ficaria muito grato. Durante toda a vida eu ouvia dizer que o Brasil era um dos países com os maiores juros do mundo, senão O país com maiores juros do mundo e isso era motivo de revolta e vergonha por parte da sociedade, bom, agora a SELIC está em 2%, menor patamar da história, entendo que para investimentos em renda fixa isso não é bom, mas no cenário macroeconômico isso não deveria ser excelente? Em todo canto que leio a respeito é dito apenas sobre a renda fixa, ou seja, análise individual, mas no cenário macro ninguém fala nada, finalmente o Brasil tornou-se atrativo. Alguém poderia explicar por favor?

2 Curtidas

A SELIC pode até estar em 0,1%, não significa que os juros vão baixar ou que o Brasil se tornou mais atrativo.

A intenção é desvalorizar a renda fixa, forçar que retirem o dinheiro e apliquem em coisas que geram mais valor para a economia.

Como a SELIC estava um tempo atrás, a renda fixa era perfeita para qualquer quantia de dinheiro. Infelizmente acabou.

3 Curtidas

É bom lembrar que o resgate planejado não permite resgate antes da hora em emergência.

Sofisa tá ai há 60 anos, oferece um CDB fix. 1 ano rendendo 120% CDI com possibilidade de resgate de emergência. Com prejuizo na rentabilidade, claro.

1 Curtida

Mas a SELIC não é a taxa básica de juros e por conta disso tem influência em todas as taxas de juros do país?

Você notou alguma redução nas taxas de juros? Mesmo após uma queda de 6,5% para 2% em menos de um ano?

1 Curtida

Verdade. Está correto. Eu achava que o consumidor final não sentia diretamente essa redução, mas indiretamente de alguma forma.

1 Curtida

Deveria, mas infelizmente não acontece. A gente só saiu perdendo nos juros “bons” (rendimento) nos juros “ruins” (emprestimos, atrasos, financiamentos…) a gente não ganhou praticamente nada.

1 Curtida

Na minha opinião, muda bem pouco para investimentos. Se você comparar o primeiro papel da lista, por exemplo, em janeiro pagava 8,05% com inflação em 4,31%. Ou seja, o ganho real hoje é melhor.
Já macroeconomicamente, especialistas dizem que a taxa básica ideal para uma economia emergente e cheia de problemas como a do Brasil seria em torno de 6,00%. Dessa forma, 2,00% é como um remédio com efeitos colaterais - não é excelente pra ninguém.

Trabalho extremamente primoroso e informativo. Parabéns pela iniciativa.

Porém, uma ressalva e uma opinião. CDB com data fixada de resgate não serve para Reserva de Emergência.
E se for pra eu prender meu dinheiro por 4, 6 ou mais anos, faz mais sentido eu ir pro campo da Renda Variável que tem uma infinidade de produtos com os mais diversos níveis de risco (isso pra quem como eu tem apetite para riscos).

Percebe-se que a intenção do Nubank não é ser banco.

4 Curtidas