Como gerar DARF e declarar seus ganhos com criptomoedas

Bom tópico!

O foda é o Nubank manipular a compra e venda pra estabilizar o preço, e deixar pra avisar os consumidores sobre as declarações acessórias (DARF e Imposto de Renda) um mês após a liberação da compra e venda.

Sinceramente, torço para que a CVM bata o olho nisso aqui.

2 curtidas

Programa de recompensas… não tem como a CVM bater o olho aqui não amigo.

Só se virar um security token e no momento, não é o caso. :rocket: :rocket:

2 curtidas

o Nubank denomina a Nucoin como “criptomoeda”. Esse próprio tópico em que você está respondendo é um passo a passo pra declarar o ganho em criptomoedas.
O Nubank vai ter que decidir então se é um “programa de recompensa” ou uma “cripto”, e, a partir disso, vai ter que explicar bastante coisa.

Que programa de recompensa é esse em que você vende um “direito a recompensa” (nucoin) e ainda paga uma taxa para o emissor da recompensa (nubank)?

Bom, se a Nucoin for uma criptomoeda, ai já faz mais sentido. Mas sendo uma criptomoeda, o Nubank pode (legalmente) controlar o preço conforme fez desde o início de agosto?

Veja, tem muita coisa pra explicar (começando pela definição da natureza da Nucoin).

2 curtidas

:rofl: Além de invasão de privacidade, em alguns casos ou seja no meu caso uma afirmação caluniosa :rofl: :joy:
Bom brincadeiras a parte
Vou atentar para não comprar mais de 5k em nucoins ao ano para não ter problemas com o I.R. :innocent: :+1:

1 curtida

Bem-vindo

1 curtida

Conteúdo super importante. Obrigado, por compartilhar @Renata.L! :purple_heart::pray:t3:

5 curtidas

Li o conteudo do blog e la informa que para calcular e gerar a DARF pode ser feito pelo site Sicalweb, fazendo por la, nao precisa usar o GCAP?

@Super_Truta, observe que não se trata de aquisição ao ano de 5k em Nucoins e, sim, da posse ao final do ano de Nucoins (ou um conjunto de criptoativos, caso tenha outras criptos), considerado o valor de aquisição.
Assim, se você comprou 3k em um ano, e 2k no outro ano, e se não vendeu, você tem 5k e deve declarar o bem.

Mas vale destacar: declarar que possui um bem está longe de significar “ter problemas com o I.R.”.

5 curtidas

@Thiago_Lima89, só pra ficar claro, esse valor zero de aquisição vale para os Nucoins recebidos a título de bônus e para o airdrop. Os Nucoins adquiridos em operação de compra têm o preço de aquisição conforme praticado no momento da operação.

Se você quis dizer que não precisa declarar porque:

  1. não comprou Nucoins e está acumulando somente os bônus, OU
  2. comprou Nucoins num total abaixo de R$ 5 mil, OU
  3. comprou Nucoins acima de R$ 5mil, mas vendeu algumas e hoje detém menos de R$ 5 mil em Nucoins (considerado o custo médio de aquisição resultante de todas as suas operações)…

…então beleza. Lembrando que tem que considerar o que você possui no final do ano, incluindo também outros criptoativos que possua.

Lembrando ainda que, no caso de ter vendido Nucoins, tem que observar se está enquadrado no caso do recolhimento mensal também. :wink:

6 curtidas

E assim você matou o papai noel bem na frente de criança :sob::sob::sob: faltando 3 meses pro natal.
:thinking: Agora é pensar bem se compro ou me dedico a ganhar mais nucoins :thinking:

1 curtida

:rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl:

1 curtida

Darf para investidores: o que é, como emitir e pagar

Quem investe em criptoativos e Bolsa de Valores precisa ficar atento, pois pode ter que emitir mensalmente um documento de arrecadação de impostos federais.

Ao contrário dos investimentos de Renda Fixa que você já deve estar acostumado a fazer, quando se trata de criptoativos e Bolsa de Valores, quem precisa calcular e recolher o Imposto de Renda é o próprio investidor. O DARF é a ferramenta utilizada para fazer isso.

O que é DARF ?

DARF é a sigla para Documento de Arrecadação de Receitas Federais. É uma guia utilizada para o pagamento de impostos, contribuições e taxas à Receita Federal. É como se fosse uma espécie de boleto que deve ser emitido e utilizado por quem precisa recolher algum tributo devido ao governo federal.

Entre esses tributos estão o IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física), IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica), PIS (Programa de Integração Social), COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) e IOF (Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros), por exemplo.

Mas pode ou deve?

Para quem opera com ações, existe um detalhe importante. As vendas de até R$ 20 mil por mês são isentas de Imposto de Renda.

Portanto, se as negociações que você tiver realizado em um determinado mês ficarem abaixo deste valor, não será preciso emitir um DARF naquele período específico, porque não haverá incidência do tributo até essa faixa.

Mas atenção: outros papéis e ativos negociados em Exchanges e na Bolsa de Valores não contam com esse benefício fiscal. É o caso de ETFs, opções, contratos futuros e fundos imobiliários.

No caso dos criptoativos (criptomoedas, etc), conforme as normas, a declaração de Imposto de Renda é obrigatória quando o valor de aquisição dos ativos, em cada categoria, ultrapassar R$ 5 mil. Caso decida vender suas criptomoedas, os ganhos obtidos serão tributáveis (e recolhidos através do DARF) em caso de alienação com valores acima de R$ 35 mil por mês.

Matéria completa no link: Darf para investidores: o que é, como emitir e pagar

1 curtida

Olá pessoal, não entendi muito bem. Eu comprei Nucoins e alguns ganhei. Mas hoje tenho mais de 5.000 reais em nucoins. Preciso declarar? O valor zerado que foi comentado, seria somente para os nucoins que ganhamos, ou para todos?

No caso, na declaração de bens à Receita Federal, a prática é declarar o custo de aquisição, ou seja, o quanto você pagou pelo bem. Não importa, neste caso, se o bem se valorizou ou desvalorizou.

Assim, somente aqueles que você ganhou (airdrop e coinback), como explicado no post original deste tópico, têm custo de aquisição zero. Já aqueles que você comprou, têm o custo de aquisição correspondente ao quanto você pagou no ato da compra.

Assim, se você pagou a partir de R$ 5.000 pelos Nucoins (ou conjunto de criptos) que você tem na sua carteira, você terá que declarar o bem no ano que vem, exceto se vender uma parte e alterar essa condição.

Vale lembrar: declarar que possui criptos não implica em pagamento de imposto. O imposto, quando aplicável, será recolhido na venda do bem, sobre o ganho de capital.

São poucos os casos em que há cobrança de imposto sobre a posse de um bem, como é o caso do IPTU, ITR e IPVA.

5 curtidas

O tal custo médio de aquisição

Pessoal, vou tentar ilustrar aqui o conceito do custo médio de aquisição com um exemplo hipotético, percebo que tem muita gente que “patina” aqui pra assimilar o funcionamento.

:warning: AVISO: Não sou especialista ou profissional da área, estou tentando ajudar com a minha própria compreensão do assunto. Reforço a primeira recomendação da Renata L.:

Segue o exemplo, usando “quadrados” como ativo:

[Operação #1: recebimento de bônus]

Suponha que eu não tenho quadrado nenhum e, um belo dia, o Squarebank me deu 10 quadrados pra começar um programa de relacionamento (squaredrop). Fiquei muito feliz com esses quadrados que ganhei. Como esses quadrados me foram dados, eu não paguei nada por eles.

  • Quantos quadrados eu tenho? 10
  • Quanto foi pago por eles? 0
  • Qual o custo médio de aquisição? 0 / 10 = 0

[Operação #2: recebimento de bônus]

Fiz algumas operações no meu cartão de crédito e acabei ganhando mais 2 quadrados. Também não paguei nada pelos quadrados, somente pelos produtos que adquiri.

  • Quantos quadrados eu tenho? 10 + 2 = 12
  • Quanto foi pago por eles? 0 + 0 = 0
  • Qual o custo médio de aquisição? 0 / 12 = 0

[Operação #3: compra]

Feliz de acumular quadrados, resolvi comprar mais, pois sabia que quanto mais quadrados tivesse, mais quadrados receberia quando comprasse outros produtos no meu cartão. Comprei 18 quadrados, e por eles, já somando as taxas pagas, paguei R$ 30,00.

  • Quantos quadrados eu tenho? 12 + 18 = 30
  • Quanto foi pago por eles? 0 + R$ 30 = R$ 30
  • Qual o custo médio de aquisição? R$ 30 / 30 = R$ 1 por quadrado

[Operação #4: recebimento de bônus]

Fiz algumas operações no meu cartão de crédito e acabei ganhando mais 10 quadrados. Novamente, não paguei nada pelos quadrados, somente pelos produtos que adquiri.

  • Quantos quadrados eu tenho? 30 + 10 = 40
  • Quanto foi pago por eles? R$ 30 + 0 = R$ 30
  • Qual o custo médio de aquisição? R$ 30 / 40 = R$ 0,75 por quadrado

Primeiro insight: Cada quadrado recebido como bônus, com custo de aquisição zero, vai reduzindo o custo médio de aquisição dos quadrados na minha carteira.

[Operação #5: compra]

Resolvi comprar ainda mais quadrados. Comprei 20 quadrados, desta vez os quadrados tinham valorizado um pouco e eu paguei R$ 42 por eles, já incluindo as taxas.

  • Quantos quadrados eu tenho? 40 + 20 = 60
  • Quanto foi pago por eles? R$ 30 + R$ 42 = R$ 72
  • Qual o custo médio de aquisição? R$ 72 / 60 = R$ 1,20 por quadrado

[Operação #6: recebimento de bônus]

Passou-se um tempo, eu ganhei muitos quadrados em operações com o meu cartão. Ganhei mais 30 quadrados e não paguei nada por eles.

  • Quantos quadrados eu tenho? 60 + 30 = 90
  • Quanto foi pago por eles? R$ 72 + 0 = R$ 72
  • Qual o custo médio de aquisição? R$ 72 / 90 = R$ 0,80 por quadrado

[Operação #7: venda]

Fiquei feliz de ter acumulado todos esses quadrados, percebi que estavam bem avaliados e resolvi vender alguns para aproveitar o momento. Vendi 20 quadrados por R$ 100.

  • Quantos quadrados eu tenho? 90 - 20 = 70
  • Quanto foi pago por eles? R$ 0,80 * 70 = R$ 56
  • Qual o custo médio de aquisição? R$ 0,80 por quadrado

Segundo insight: As operações de venda não alteram o custo médio. Notem que o valor recebido com a venda não foi usado nos cálculos, ele só é importante na apuração de lucro. Notem que foi feita uma conta diferente na linha “Quanto foi pago por eles?”, onde multipliquei o custo médio antes da venda pela quantidade de quadrados que sobraram após a venda.

Apuração de lucro:

  • Quantos quadrados vendi? 20
  • Quanto esses quadrados me custaram? R$ 0,80 * 20 = R$ 16
  • Por quanto eu vendi? R$ 100
  • Qual foi o meu lucro? R$ 100 - R$ 16 = R$ 84

Se o ano terminasse aqui, para a declaração de bens, o que é que eu tenho que declarar? Tenho que declarar os quadrados que tenho e o quanto foi pago por eles, ou seja, vou dizer lá que tenho 70 quadrados, e que paguei R$ 56 por eles.

É isso, pessoal, acho que a ilustração ficou completa. Tem situações de bônus, compra e venda, como cada uma afeta o preço médio, e como se apura o lucro na operação de venda.

Ufa! Espero ter ajudado pelo menos uma pessoa!

11 curtidas

Excelente explicação @FernandoLacerda com certeza vai ajudar bastante. Já salvei aqui para compartilhar futuramente. :white_check_mark:

6 curtidas

E muito quadrado na minha cabeça kkkkkk, mas muito bem explicado! Parabéns amigo :face_with_hand_over_mouth::purple_heart:

7 curtidas

melhor contratar um contador especializado nessa área e pronto hahahahah

2 curtidas

Sua explicação baseada em exemplos está completa.
Porém, face as inúmeras variáveis de cada investimento e investidor, concordo plenamente com o @Thiago_Lima89
Melhor contratar um contador especializado.

5 curtidas

Patina é pouco pra mim @FernandoLacerda :rofl: :joy:

4 curtidas