IOF zerado (de novo) - A saga continua

Bom dia meus roxinhos, tudo bem com vocês?

Parece que é um tópico repetido, mas o assunto é sério! Lembram que, há poucas semanas, eu falei que o governo havia decretado o fim da isenção de IOF sobre operações de crédito? Pois então, agora o assunto é esse:

IOF zerado novamente entre 15/12 e 31/12/2020!

botacasaco

Na sexta-feira, 11 de dezembro, o governo publicou um decreto que reduz a zero o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para operações de crédito contratadas entre os dias 15 e 31 de dezembro deste ano, e a medida já começa a valer no dia 15/12 (hoje).

A cobrança do IOF estava zerada desde o dia 3 de abril para casos de empréstimo, financiamento, uso do cheque especial ou crédito rotativo. Ou seja, a cobrança deste imposto não era feita nessas situações. Para compras internacionais e investimentos/ rendimentos, nada mudou.

E agora, como fica meu empréstimo?

Quem contratou o empréstimo enquanto o IOF estava zerado, terá a alíquota zerada até a parcela final.

Por exemplo, caso você tenha contratado um empréstimo de 12 parcelas no dia 20 de novembro de 2020, o IOF não será cobrado durante todo o período referente ao contratado.

Lembrando que o imposto IOF sempre foi aplicado em transações de crédito, antes mesmo do cenário atual. Com essas informações, podemos tomar mais ciência da nossa vida financeira, colaborando e apoiando outras regiões do país, como por exemplo, o repasse desse valor para a população do Amapá, impactados pelo recente apagão.

Entenda sobre esse assunto no Blog do Nubank. Quer entender melhor sobre a medida do IOF zerado em 2020? Você pode acessar mais informações aqui.

23 Likes

Amei a referência do “Bota casaco, tira casaco, coloca casaco no chão” :joy: :joy: :joy:

12 Likes

image

9 Likes

Mandar esse meme para o Governo do Brasil:

4 Likes

Um clássico! hahaha

5 Likes

Eu vim seco pra postar isso! :sweat_smile:

4 Likes

Boa!!! :smiley: :smiley:

Eu não sabia que esse imposto era aplicado em nosso país, achava que era uma taxa de câmbio algo assim. então deixar zerado o IOF é mais um feito do desgoverno do Brasil :man_facepalming:

Screenshot_20201213-100204_1
Pena que é por pouco tempo.

1 Like

O IOF foi criado em 1990. A partir desse momento o IOF sempre foi aplicado nas transações que citei no texto. Devido a pandemia, o governo decidiu isentar essa taxa, pra incentivar a rotatividade de crédito e facilitar para que os brasileiros pudessem se manter, e ainda assim manter a economia ativa. É um imposto muito importante e que tem um impacto grande na nossa economia.

6 Likes

O imposto sobre transações eletrônicas que o Paulo Guedes quer enfiar no Brasil é igual o IOF: foi criado como um imposto bem pequeno que ninguém nem percebia, mas depois começou a subir e temos como é hoje: 6,38 % :upside_down_face:

IMG_20201216_121648

4 Likes